Artes

3 segredos para um bom Desenho Realista

A pintura realista surgiu na França, em meados de 1830 e 1840, os artistas preocupavam-se em retratar a realidade social da época. As obras traziam consigo reflexões sociais e politicas, pois vivia-se uma fase de alta taxa de desemprego, operários influenciados pelo socialismo, organizavam-se em movimentos trabalhistas, tudo em busca da sobrevivência. A obra que marcou esse periodo foi o “Enterro de Ornans, de Gustavo Courbet, 1849. 

Enterro em Ornans, 1849

Enterro em Ornans, 1849

Auto-retrato de Gustave Courbet

Auto-retrato de Gustave Courbet

O foco dos artistas não era a natureza pois acreditavam que não caberia a eles “melhorar” a natureza já que sua beleza já estaria na realidade a qual se apresenta.

A característica forte, como o próprio nome diz é a valorização dada ao objeto e aos detalhes reais. Hoje as técnicas como luz e sombra são bem mais apuradas, o que facilita tanto para o artista quanto para nós admiradores  desse ramo artístico.

É muito fácil confundir um desenho realista com a foto original. Mas qual o segredo de um bom desenho?

  1. PACIÊNCIA -> Não tente fazer o desenho todo de uma vez! Domine as partes individuais, como a boca, nariz, olhos, cabelo… Quando tiver controle sobre essas partes individualmente, aí sim, você estará mais capacitado a fazer o desenho por completo. 10274088_722168681162661_4161400201818112514_n
  2. Observar -> Quando você desenha as partes individualmente adquire uma habilidade fundamental que é observar os detalhes. E quanto mais detalhes tiver mais realista ficará. Não tenha pressa, observe!
  3. Enxergue além dos olhos -> seguindo os passos anteriores, agora seu objetivo é ver o que as pessoas não veem, detalhes como manchas na pele, um cílio que segue uma direção diferente, vincos nos lábios… tudo isso são coisas que os outros deixam passar menos um desenhista realista. 

DSC00801-560x420

Para aqueles que preferem uma pintura digital, muito usada em jogos, programas como Photoshop, Gimp, Corel Painter, possuem ferramentas ideais. O Painter por exemplo oferece opções diversificadas de texturas e pincéis. Já o Photoshop apresenta melhores efeitos de finalização. O ideal é usar os dois como conjunto, como se um complementasse o outro.    maxresdefault

progress31

Veja abaixo algumas imagens, que são desenhos realistas! Não são fotos!

Diego Fazio

tumblr_ngwltgU4ig1t0ui42o1_500

Material: lápis e papel

O italiano Diego Fazio começou a carreira como artista fazendo desenhos de tatuagens e, com o passar dos anos, especializou-se por conta própria em técnicas de fotorrealismo, se destacando com desenhos feitos apenas com lápis e papel. O retrato da mulher no banho levou mais de 200 horas para ficar pronto.

Paul Lung

181

191

 

Material: lápis

O consultor de design de Hong Kong e artista Paul Lung começou a desenhar em 2004. Seu tópico preferido são animais, mas suas obras retratando pessoas também são impressionantes. Lung leva em média de 40 a 60 horas para completar cada um de seus desenhos a lápis.

Franco Clun

351

Material: lápis

As reproduções feitas a lápis pelo italiano Franco Clun vão além do realismo, se é que isso é possível. Fã de filmes e séries, o italiano transforma seus personagens favoritos em papel, pois “se sente mais próximo deles”. Ele nunca estudou arte.

Fonte:

http://hypescience.com/40-obras-hiper-realistas-que-voce-nao-vai-acreditar-que-nao-sao-fotografias/

http://www.tutoriart.com.br/como-comecar-a-praticar-a-pintura-digital/

http://www.infoescola.com/movimentos-artisticos/realismo-na-pintura/

Clique aqui para comentar ( )