Freela e Startup

4 dicas administrativas para freelancers

Ser freelancer não é fácil. Administrar, planejar, ser o diretor de criação, atendimento, enfim, se você é freela, isso faz parte do seu cotidiano. Muitos designers tem dificuldades na hora de lidar com a burocracia, acredite, ela existe em todo lugar.

Para ajudar você a se resguardar e dar mais segurança para o cliente, vou dar algumas dicas, pequenas mas preciosas, relacionadas à administração de seu job. Para não ocorrer alguma situação do famoso “disse não disse”, uma folha assinada responde por tudo e por todos.

01 – Briefing

Como já havia escrito há algum tempo, o briefing é uma peça chave e fundamental para o processo. Leia aqui. Tenha em mãos o documento que vai dar as coordenadas, e que esteja assinado pelo cliente. Quando o job estiver pronto, você pode provar que aquele layout foi descrito e está de acordo com o que o cliente informou, atendendo ao pedido feito. Infelizmente nem sempre acontece assim, mas saiba negociar.

Vou disponibilizar um modelo de briefing que eu costumo usar. Baixe aqui ou baixe aqui.

02 – Proposta final

Depois de pegar todas informações pertinentes ao briefing, é hora de colocar o preço e enviar para o cliente sua proposta. Ser freelancer faz de você o próprio patrão, então, preço é tudo neste mundo. Não faça de graça e também não cobre absurdos. Dentro da proposta coloque tudo, o projeto, as etapas do projeto, o cronograma, forma de pagamento, considerações gerais, e qualquer outro dado que seja necessário para deixar claro a negociação dos seus serviços.

Baixe aqui ou baixe aqui um modelo de proposta.

03 – Contrato

Finalmente, faça um contrato. Perante a lei você estará resguardado, e o cliente também. Nada mais seguro do que ter em mãos um documento que comprove todo processo de negociação. Ter um contrato te faz mais profissional e dá mais credibilidade. Assine tudo e se necessário vá a um cartório para registrar. Cada trabalho tem suas complexidades e necessidades específicas, então, use um contrato como base e o modifique conforme necessário.

Baixe aqui ou baixe aqui um modelo de contrato e altere o necessário para se encaixar ao seu job.

04 – Aprovação de etapa

Depois que tudo estiver definido, comece a criar e divida em etapas. A cada etapa, envie para o cliente um documento e o job que está em produção. Vou dar um exemplo para ilustradores, mas pode ser aplicado para qualquer trampo. Normalmente a primeira etapa de uma ilustração é o desenho no papel, em seguida se escaneia para o computador. Neste caso, envie os desenhos feitos ainda no papel para o cliente, depois que ele aprovar aqueles “rascunhos” você pode dar prosseguimento no trabalho para o computador. Imagine ter feito tudo e o cliente simplesmente diz que não gostou de algum objeto ou personagem? É bastante complicado, mas o contratante tem o direito de pedir alterações. A solução é criar wireframes, rabiscos, e enviar. no decorrer do processo, a arte vai tomando forma e você estará mais seguro. O processo pode até ser chato, mas evita refações.

Estou disponibilizando um modelo de aprovação de etapa, baixe aqui ou baixe aqui.

Separador

Ter a segurança de estar tudo documentado é primordial para um freelancer. Você é a empresa. Cada cliente é um desafio diferente, então, saiba lidar com as situações. Tenha em mente que, quanto mais organizado você for as chances de algo dar errado diminuem.

Mude e adapte os documentos para sua necessidade, afinal, cada job tem suas particularidades. Os modelos que disponibilizei não são de minha autoria e são direcionados para projetos de web, mas podem ser adaptados para qualquer outro job. Eu não me lembro como os achei, caso saiba a fonte, nos informe.

Até a próxima.

Devido alguns problemas, coloquei os arquivos em dois lugares para download.

Clique aqui para comentar ( )