Inspirações

6 dicas gestão que aprendemos com a Copa no Brasil

O andamento dos preparativos para a Copa do Mundo em nosso país gerou muitas críticas e polêmicas por conta de sua gestão. Ao analisar os acontecimentos, podemos tirar algumas lições e aplicar em nossa profissão.

1- Planejamento é tudo

Sem planejamento não se faz design. É necessário que o designer compreenda bem o projeto, as necessidades do cliente e defina bem as etapas do projeto e de entrega.

Não faça um plano otimista do processo. Faça um plano realista e uma previsão para um plano B e reajuste ou desastres naturais e construção de novos estádios. Um bom planejador sabe o que fazer quando algo dá errado. Caso dê tudo certo, o mérito de bom executor é todo seu.

2- Tenha atenção ao fazer um orçamento

Você fez o orçamento de um estádio, mas esqueceu de cobrar os bancos da arquibancada. Qual seu problema?

O orçamento só possível quando as etapas do planejamento estão definidas. Se seu planejamento foi falho, seu orçamento também será, vide custo de algumas obras nas cidades que estão sediando a Copa

Inclua no seu orçamento, quando necessário, uma previsão de custos adicionais, impostos, testes de impressão, ligações e horas extras de trabalho.

3- Prazo precisam ser reais

O prazo precisa ser realista com sua capacidade de trabalho.

Você mal consegue fazer um cartão de visitas e vai pegar um job para construir um estádio fazer uma sinalização? Então você precisa ter uma melhor noção sobre seu tempo (e a qualidade dele também). 

Um dos maiores erros em relação ao cálculo de prazo é achar que conseguirá trabalhar por 8 horas ininterruptas em um job. Lembre-se que telefones precisam ser atendidos, e-mails precisam ser respondidos e você precisa comer e passar um café. 

O prazo também precisa prever contratempos, como operários caindo do seu layout (?).

4- Saiba dizer não

Saiba impor seus limites para o cliente. Não faça tudo pelo dinheiro. Se fizer a mais, cobre por isso. Isso também ajuda a manter o mercado saudável.

Também diga não se estiver com muitos trabalhos e sentir que não vai conseguir pegar mais um.

5- Errou? Seja transparente

Surgiu algum problema e você não vai conseguir entregar aquele centro de treinamento job a tempo? Pois avise seu cliente. 

Não deixe para avisar em cima da hora que algo no projeto está errado. Crie uma relação de confiança com seu cliente. De preferência, aborde o problema já com uma solução na manga para evitar um stress maior por parte do prejudicado.

6- Fornecedores precisam de atenção

O estádio ficou pronto, mas não tem hotel. E agora? O mesmo acontece com o site que você terminou e que está sem hospedagem. Como fica agora? 

Tenha um bom relacionamento com seus fornecedores e deixe-os alinhados em relação às etapas de entrega do projeto.

Um bom gestor de projetos precisa ter uma visão macro sobre o projeto.

Clique aqui para comentar ( )