DCpost
Inspirações

7 coisas para fazer sem internet

Isso acontece com todos nós: Você está viajando, vendo blogs, compartilhando fotos, quando, de repente, sua conexão com a internet desaparece!!!

E aí você se encontra com o olhar perdido sem entender o que fazer com a sua vida sem internet… Eu sei, não é fácil…

Porém, good news!!! Existem 7 coisas (aliás, uma infinidade de coisas) que você pode fazer sem internet. Vamos a elas:

 

1.Trabalhe sem distrações

Acredite ou não, os criativos estavam usando computadores sem internet muito antes do Facebook, Twitter, Instagram e até mesmo e-mail se tornarem onipresentes.  Você pode descobrir que você é muito mais produtivo sem uma conexão constante. Muitos de nós criativos que todos os dias nos sentamos em frente ao computador temos desenvolvido DDA (Distúrbio de Déficit de Atenção) grave quando se trata da web. Muitos pensam e acham comum a cada quinze minutos de trabalho, merecer pelo menos, 10 minutos de meios de comunicação social e/ou tempo de blog.

A primeira coisa que você pode fazer como um criativo sem conexão à Internet é voltar ao trabalho.

 

2.Planeje

Muitos freelancers têm um fluxo de trabalho que é tão ligado à Internet que legitimamente não pode continuar sem ela. Nestas circunstâncias, procurar atividades de trabalho secundários que podem ser executados offline.

O planejamento é uma necessidade enorme para freelancers e colaboradores. Às vezes ficamos tão ocupados fazendo malabarismo com dez projetos que nós não temos o tempo que precisamos para sentar e efetivamente planejar como as etapas de cada projeto vão progredir ou mesmo estabelecer qual projeto tem prioridade sobre os outros. Use o tempo offline para programar adequadamente projetos que você está trabalhando atualmente e os que estão chegando.

 

3.Faça esboços

Se você tem algum projeto em andamento ou em mente, começar a esboçar possíveis layouts de site, logotipo, etc. É perfeitamente possível você ter cinco, dez, vinte ideias para uma única peça. Isto pode soar como muito, mas lembre-se que eles não são feitos para serem desenhos detalhados, mas esboços rápidos. Tendo tantas versões exclusivas você se verá “obrigado” a realmente expandir sua bolha criativa e pensar fora de qualquer concepção óbvia.

 

4.Visite o mundo real

Ocasionalmente, essa tática vem a calhar quando estou trabalhando em um projeto de design.  O ponto é: não importa o tipo de projeto. Se aventurar fora de seu escritório pode fornecer uma rica experiência inspiradora para complementar a costumeira busca por referencias na internet. Por exemplo: se o seu cliente é do ramo da moda, experimente visitar algumas lojas correlatas e mergulhe num mundo de texturas, cores e emoções!

Além de visitar uma loja específica para a indústria que você está trabalhando, aqui está uma breve lista de lugares para abastecer todas as suas necessidades de inspiração criativa:

  • Museus de arte
  • Livrarias
  • Shoppings
  • Parques
  • Áreas do centro urbano
  • Zoos e Aquários (pensar sobre as cores, texturas e mascotes)

 

5.Fotografe

Já que você vai fazer aquela visita ao mundo real, aproveite e leve uma câmera fotográfica. Mesmo não sendo um fotógrafo, com uma câmera você pode passar a ver o mundo de forma diferente. A fotografia vai lhe permitir perceber representações mais atraentes dos objetos.

Faça fotos aleatórias de objetos e paisagens e pense em como você pode usar cores naturais e texturas em seus projetos. Além de inspiração você pode abrir caminho para um hobby que pode até se tornar uma habilidade comercial. E mesmo que não se torne comercial, você vai ter a satisfação de poder quebrar a rotina do dia a dia sempre que quiser.

 

6.Use o Photoshop para diversão ao invés de trabalho

Lembra quando você descobriu pela primeira vez que você poderia fazer coisas legais com o Photoshop? Naquela época era tudo diversão: instalar brushes, patterns, actions, novas fontes, etc. Bons tempos hein… Mas agora que você é um designer profissional e abrindo um programa Adobe provavelmente significa que você está fazendo algo para um cliente (e, portanto, tem muito menos liberdade para brincar). O Photoshop CS6 e CC trouxeram uma tonelada de novas funcionalidades úteis que muitos de nós provavelmente ignoramos simplesmente porque não temos tempo para aprendê-las.

Particularmente, eu adoro descobrir novidades do Photoshop e usá-las para me divertir. É uma de minhas terapias.

Na próxima vez que você estiver no seu computador ou tablet em um ambiente offline considere fazer um “absurdo”: Abra o Photoshop e brinque um pouco. Faça algo aleatório com todas as características que você não conhece. Tente reproduzir algumas técnicas que você viu recentemente quando estava online. E o mais importante: pratique as coisas que talvez sejam difíceis pra você (como recortar o cabelo ou a ferramenta caneta). Como criativo, melhorar suas habilidades no Photoshop certamente não será tempo perdido!

 

7.Leia

A leitura é uma excelente maneira de investir em tempo offline de forma produtiva. São tantas e tantas publicações (a Bíblia, romances, livros sobre design) que fica até difícil indicar títulos.

Enfim, leia e seja feliz!

 

 

Bônus: Escreva

Escrever é mais um campo onde os criativos podem florescer. A expansão de blogs tem levado uma grande quantidade de criativos para se realizarem escrevendo um tutorial ou artigo sobre design, moda, fotografia, etc.  Como o Photoshop, a escrita me proporciona não só uma outra maneira de me realizar, mas também uma motivação para que eu aprenda mais, crie mais.

Em alguns casos você pode até ficar rico escrevendo. É o meu caso e o de todos os colunistas aqui do Design Culture (SQN).

 

Deixe nos comentários a sua dica: o que você faz para se manter na ativa quando está offline!?

Clique aqui para comentar ( )