Design

A forma segue a função – Bauhaus

Eu assim como muitos de vocês (acredito) sou apaixonada por Bauhaus e seu legado por isso vamos falar um pouco sobre ela. Quem já ouviu a definição de que “a forma segue a função” Louis Sullivan, ou  que a “simplicidade na multiplicidade” – Walter Groupis, em algum momento já ouviu falar de Bauhaus e a sua macro importância na história do design. A escola foi fundamental para o crescimento e avanço do design moderno.

bauhaus1

A base de toda a estética bauhauseana se encontra no princípio da funcionalidade racional dos objetos e espaços habitáveis. “A forma segue a função”, isto é, a forma é resultado da funcionalidade do objeto ou do espaço, não do capricho pessoal ou da tradição histórica. Para a mentalidade racionalista da época o ornamento não tinha mais lugar na funcionalidade do objeto, como o havia proposto Adolf Loos em 1908 no livro “Ornamento e Crime” onde defende a “honestidade da forma”. Despir as formas de ornamento foi traduzido na palavra de ordem de arquitetos e designers da Bauhaus como: “menos é mais. Desta maneira se da ênfase à forma (Gestalt) e á formação da forma (Gestaltung) derivando assim na abstração das formas geométricas simples e essenciais e nas cores primárias.

b 5

Sobre a Arquitetura

A supremacia da arquitetura sobre o design é também um dos pilares do pensamento da escola da Bauhaus. Consideravam a cidade como sistema de comunicação intersubjetiva.Tudo está em função do espaço habitável, assim também os objetos, mas sobre tudo na idéia centrada na arquitetura como método de construção do menor ao maior dos objetos, para viver civilizadamente teria que haver uma racionalidade das grandes ás pequenas coisas.  Aliar os conceitos das vanguardas artísticas ao design de objetos não era uma novidade mas na Bauhaus levou isto ao ponto de elaborá-las como obras de arte que seriam reproduzidas porque acreditavam que os objetos são elementos de educação estética da sociedade. Para ter uma vida civilizada as pessoas deviam viver em ambientes altamente estéticos. Por isso deviam ser estudados e desenhados todos os objetos, tudo podia ser objeto de analise e projeto.

 

bauhaus1_menor1

 

Sua história e sua herança são estudadas em todo o mundo, seus traços de quase cem anos continuam tão modernos quanto o ano em que foram criados. Bauhaus continua sendo uma renovação constante da modernidade. Um movimento, uma escola, um estilo.

 

Fontes:

I, II, III

Clique aqui para comentar ( )