Design

A história do Design pelas gerações BABY BOOMER, X,Y,Z…

Muito se fala sobre as mudanças de gerações e a bagagem cultural que cada uma leva. A denominação das gerações facilitou em especial para reconhecermos as características de cada época, um jovem designer dos anos 60 possuía atitudes e fontes de inspiração totalmente diferentes de um outro indivíduo da mesma idade dos anos 80 e mais recente anos 2000.

Cada geração possui suas peculiaridades, pontos negativos e positivos, mas, com este artigo, gostaria de apresentar uma análise do pronto de vista do Design passando por cada geração apresentando suas respectivas características.

Há diversos estudos que apontam faixa etárias diferenciadas para cada geração que variam segundo um cálculo de anos entre uma e outra, confira uma análise geral do Design ao longo dos anos baseados na faixa etária média entre esses diversos estudos.

 BABY BOOMER

Esta geração pertence àqueles que nasceram entre meados dos anos 40 à 60, foi marcada pelas Guerras Mundiais em especial a 2ª, o Design como característica industrial e comercial (apesar de que ainda em meados do século 19, diversos Designers lutavam contra o estilo quadrado e empolado dos projetos de sua época) estava em fase de consolidação, mas, de grande destaque pela qualidade apresentada, em especial por todas as referências e bagagem cultural das escolas de Design como Bauhaus que foi fechada em 1933 na Alemanha e ULM (Escola Superior da Forma) que funcionou entre 1947 e 1968 influenciando diretamente o ensino do Design em especial na comunicação visual, nesta época também, o termo Design Industrial foi usado pela primeira vez por Mart Stam em 1948.

Neste período foi lançado na Inglaterra o “Journal of Design” publicado entre 1948 e 1952, a época marcada ainda pelo cinema e uma forte influência do modernismo e pós-modernismo cultural, artístico e literário. O final desta geração contando a partir dos anos 50 também começou a receber uma influência tecnológica. Esta fase foi a base do Design que conhecemos hoje, aperfeiçoado com as gerações seguintes.

GERAÇÃO X 

Esta geração pertence aos nascidos entre meados dos anos 60 ao final dos anos 70, foi uma época marcada pelas manifestações e revoluções dos jovens para fugir das características de sua geração anterior, houve nesta época fatos marcantes como o surgimento dos hippies e o movimento Psicodélico, viagem do homem à lua, opressões de alguns governos como o do Brasil em sua Ditadura Militar, e pela defesa ao meio ambiente. O design expressava toda essa fase. Um grupo e trabalho denominado “des-in” em 1974 desenvolveu as primeiras tentativas de um design focado em reciclagem, este grupo foi o primeiro que procurou unir novos conceitos teóricos e uma prática de projeto alternativo do design.

Nesta época também foi fundada no Brasil a Escola Superior de Desenho Industrial (ESDI) em 1962, com uma forte influência da Escola de ULM. A geração foi marcada pelo Op Art (arte com ilusões de ópticas) e do Pop Art com uma luta contra o modo capitalista que teve um maior destaque nos anos seguintes.

GERAÇÃO Y 

Geração dos que nasceram entre os anos 80 e início dos 90. Nos anos 80 o Design sofria uma maior influência do psicodélico em especial nas cores (projetos bem coloridos) existia uma forte mensagem ao uso do computador que foi sem dúvidas a revolução das décadas, formas geométricas e uso do neon, eram projetos alegres. Foi uma época de mudanças e globalização citando o movimento punk, início de movimento que levou a queda  total do muro de Berlim e o fim da ditadura militar no Brasil, os jovens estavam de volta às ruas e o Design começa a passar por uma nova fase.

 GERAÇÃO Z

Meados dos anos 90 à 2000, foi uma época de mudança do Design e mundo. A internet surge, aperfeiçoamento do Design para web, Game Design e automobilístico, projetos visando o cuidado com o meio ambiente que ainda na décadas de 60-70 já se falava sobre essa necessidade, Design ergonômico, advento da primeira mídia social digital (ClassMates em 1995) e uma intensa comunicação online que nos leva aos tempos atuais.

GERAÇÃO ATUAL (Chamada de Beta, Alpha, W…)

É a geração atual que vivemos marcada pela constante busca de melhoria, criatividade e tendências do Design, em especial ao forte movimento do Minimalismo, Flat Design, Sites responsivos e projetos para novas mídias (tv digital, mobile, tablets…)

E O FUTURO?

Alguns estudiosos afirmam que estamos vivenciando a Geração A, esta geração pertence às crianças que hoje com 3 anos já conseguem navegar na internet por meio de Tablets e Smartphone, onde algumas simplesmente não entendem que na TV tradicional aberta não é possível (ainda) escolher a programação confundindo com esta possibilidade na NETFLIX, uma geração ainda sem muito o que falar a nível de mudança para o Design, mas, altamente envolvida com recursos tecnológicos e digitais.

Vamos aguardar então para vivenciar as mudanças que o futuro nos trará.

Referências: 1,2,3,4,5,6,7, 8

Livro: História, Teoria e Prática do Design de Produtos (Bernhard E. Bürdek)

Clique aqui para comentar ( )