capa
Fotolia

Como andam as apresentações do seu portfólio?

Olá pessoas,
todo mundo gosta de ver um bom projeto, certo? É incrível avaliar e discutir as habilidades, pensamentos, estratégias, criações, arte e tantas outras coisas que profissionais criativos conseguem fazer através de conceitos e técnicas. Nos portfólios encontramos inspirações e ótimas referências para nossas apresentações. Sim, isso é muito importante! As apresentações do projeto são o que “vendem seu peixe” para os clientes, gastar tempo com ela é essencial para um bom resultado.

Entenda o seguinte: ás vezes o projeto é ruim/regular, mas sua apresentação é tão bela que aquele “logozinho” se torna incrível; mas ás vezes, o logo incrível se torna ‘regular’ por causa da sua apresentação. Quem nunca viu um projeto muito bacana, mas apresentado de forma ruim?! No artigo de hoje, vamos tomar algumas dicas para melhorar as apresentações no nosso portfólio. Já vou avisando que não serei ‘bonzinho’ hoje, ok?! rs

Portfolio Concept - Closeup on Landing Page of Laptop Screen in Modern Office Workplace. Toned Image with Selective Focus.

Créditos: Fotolia da Adobe

#01 – SEJA ORIGINAL

Falei antes que as apresentações dos projetos servem para nos inspirar e nos dar referências, e não para fazermos apresentações iguais a de outras pessoas. Busque por referências e boas influências mas tente desenvolver a sua própria identidade de apresentação. Crie grafismos para suas apresentações, de forma que ela seja diferenciada e que cada apresentação tenha essa sua marca. A melhor forma de alguém lembrar do seu projeto é pela originalidade e forma que você apresentou as suas ideias.
Na hora de criar a apresentação, procure estudar formas para fazer seus projetos terem uma identidade e “padrão”. Evite seguir uma linha de pensamento que já existe, faça diferente!

#02 – PRESTE ATENÇÃO NA REDAÇÃO!

A redação é um dos maiores problemas que venho observando em alguns trabalhos encontrados em portfólios (e quando falo redação, me refiro a ortografia e a forma em que os textos estão sendo escritos).
#02.1 – ORTOGRAFIA: A ortografia é um dos maiores problemas nas apresentações de trabalhos – são tantas palavras erradas, conjunções, concordâncias, acentuações… que a apresentação acaba irritando quem a vê. Sério, verifiquem tudo! Caso não saiba escrever uma palavra, pesquisa a sua escrita no Google, todo mundo faz isso com alguma palavra e não é vergonhoso. Procurem ler mais, e verificar tudo antes de publicar seu trabalho, um cliente desqualifica seu trabalho quando percebe que você não sabe escrever corretamente, de verdade.  Caso tenha dificuldades ainda procure por ferramentas que ajudem nos seus textos.
Tente essas aqui e aqui. Acho que vai ajudar.
#02.2 – REDAÇÃO: Você não precisa explicar tudo sobre o projeto, isso precisa estar no manual de marca e ser explicado ao cliente, só isso! É desnecessário escrever um texto com 10000 carácteres explicando sua metodologia na apresentação.  Confira as dicas:
– Seja sucinto;
– Use palavras simples;
– Tenha uma linguagem formal, mas descontraída;
– Explique o necessário para o entendimento do projeto;
– Evite colocar tipografias de difícil legibilidade;
– Seja direto.
Seguindo essas dicas, poderemos melhorar as apresentações. Procure estudar e ler mais, ajuda bastante para nos expressarmos melhor.

#03 – DEFINA UMA ORDEM

Não tem uma forma certa de apresentar seu projeto, até porque, são projetos muito diferentes e cada um merece uma forma diferente, mas você pode seguir uma ordem lógica de apresentação. Por exemplo, eu sigo dessa forma:
– Explicação sobre o projeto;
– Conceito para o projeto;
– Construção do projeto;
– Processo criativo (rabiscos, fotos, tentativas…);
– Projeto pronto;
– Aplicações do projeto;
– Informações adicionais (nessa parte você pode colocar a tipografia, paleta de cores e qualquer informação que ajude a entender melhor o projeto);
– Agradecimentos.
Essa é a ordem que normalmente eu sigo. Mas como eu falei, depende da pessoa e do projeto, mas tente criar uma ordem que você venha usar em todas as apresentações.

#04 – NÃO SEJA PREGUIÇOSO!

Precisamos entender que portfólio é a nossa identidade de criação. As pessoas nos conhecem através dos nossos trabalhos. É necessário que gastemos tempo no nosso portfólio. Ás vezes queremos tanto postar um projeto que acabamos nos afobando e colocando de qualquer jeito as informações, não pode ser assim, de jeito nenhum! Precisamos dedicar tempo, escolher a melhor forma de apresentação, criar ícones e grafismos para a apresentação, fazer a divisão e mais um monte de coisa… não é um processo simples e muito menos rápido, exige bom senso e paciência. Confira as dicas:
– Nunca faça apenas o que foi pedido (se você criou um logo e quer postar apenas ele, não faça! Gaste mais tempo na apresentação de como ele foi construído, aplicação de cores, conceitos, testes, mockups… Eu não recomendo que você coloque apenas o logo de ‘tal empresa’ sem toda a metodologia de criação, seu trabalho irá parecer amador e desorganizado);
– Busque as mais variadas formas de aplicação (mas só as que são condizentes com o projeto e briefing);
– Preze pela qualidade das peças (não coloque qualquer imagem gerada, só as melhores).
Imagine que a cada projeto você tem 2 trabalhos: o projeto em si a sua apresentação no portfólio.

#05 – NÃO EXAGERE!

Eu falei antes para procurar o máximo de aplicações condizentes com o seu projeto, mas sem exageros! Se você quer apresentar uma identidade visual, é necessário que estejam todas aplicações daquela identidade, mas não procure algo a mais que é desnecessário para a apresentação. Utilize apenas o que agregará valor ao seu trabalho. Ás vezes o exagero de informações deixa seu trabalho ‘maçante’ e sem graça. Preste atenção!


Reservem um tempo para melhorar seu portfólio, ele é o resultado dos seus trabalhos. Ele deve ser a sua principal porta de entrada para o mercado, então cuide dele! Eu mesmo, passo uma semana para fazer uma apresentação de um projeto, sério! Eu estudo muito a forma de apresentação, faço constantes revisões, fico procurando outras formas…. Enfim, passo muito tempo. Geralmente só faço atualização dos trabalhos no período de férias da faculdade, porque eu realmente perco muito tempo nisso.  Você não precisa ser que nem eu, mas gaste um tempo considerável e tenho certeza que ficará ótimo.
Espero que o artigo de hoje tenha ajudado para suas vidas profissionais. Tenho estudado muito sobre apresentações de portfólios e achei interessante compartilhar com vocês. Gostou do artigo? Não gostou? Concorda com algo? Discorda com algo? Fala aí nos comentários e vamos discutir. ;)

*Imagem de capa: Fotolia da Adobe
Valeu, abraços!

Clique aqui para comentar ( )