capa-aprovar
Design

Como conquistar mais aprovações para seus jobs

Imagine enviar o job que você desenvolveu com toda dedicação e carinho para aprovação e o cliente responder o e-mail com algo mais ou menos assim: “Ficou ótimo, mas…”?! Pronto, esse “mas” é o que destrói toda e qualquer esperança cultivada no “Ficou ótimo”.

Tudo bem, tem jobs que realmente não são os melhores e mais robustos para uma aprovação primária, mas assim como eu, você certamente já desenvolveu um job de alto calibre e por conta de uma “mera apresentação simplória”, o cliente simplesmente não o aprovou. E se você também sofre toda vez que pedem alteração pela septuagésima vez, seus problemas acabaram (ou pelo menos parte deles). Vamos ver aqui algumas atitudes simples e gratuitas que vão alavancar a quantidade de aprovações para seus jobs. Vamos lá?

aprovar-1

1 – Planejamento e Organização.

Bem, você trabalha com Design, já conhece muito bem essas palavras, não é verdade? Pois bem, é com planejamento que você vai decidir, de acordo com o job, qual será a melhor estratégia para a apresentação de cada projeto. É nesse estágio que se escolhe qual meio utilizar para mostrar o  material tão bem elaborado ao seu cliente.

Tomemos como exemplo um projeto da área de culinária, um logotipo em que leva uma tipografia em lettering, talvez. Pois então. De repente, uma foto de uma mesa de cozinha, com alguns elementos como cebola, colher de pau, pimentão, massa e/ou farinha espalhados pela mesa, enfim…criar um ambiente onde a composição da imagem simule uma situação propícia para a culinária, vai levar teu cliente a mensurar algumas possibilidades de aplicação e vivência de sua marca, o que pode – e muito – facilitar sua aprovação, pois vai fixar mais facilmente o conceito de Branding em relação à marca em si.

É também nessa etapa que se estabelece o alinhamento dos elementos, que pode ser feito por meio de um grid (linhas para alinhamento) criado por você mesmo de acordo com o projeto e os elementos envolvidos. As linhas do grid vão dar vazão à organização dos objetos apresentados na peça, gerando leveza e coerência na visualização do job.

aprovar-2
2 – Qualidade.

Parece estranho citar algo que é inquestionavelmente necessário para a prestação de um bom serviço, mas sim, é preciso citar, infelizmente. A forma como se pensa e desenvolve o job diz muito sobre a qualidade deste, sobretudo levando em conta elementos fundamentais do Design, como estética, conceito e função.

Imagens com boa resolução gráfica; logotipo desenvolvido dentro de um alinhamento coeso; utilização de tipografia legível, viável e adaptável ao job, mantendo uma identidade sóbria e equilibrada; vetores bem definidos, com menos informação (no caso de ícones e ilustrações); cores precisas e de acordo com a paleta do projeto (saber usar as cores
certas também é um diferencial para a aprovação do projeto). Esses são apenas alguns dos critérios a levar em consideração quando se deseja mostrar que realmente se estabelece qualidade naquilo que se faz.

aprovar-3

3 – Arquétipo Visual.

Beleza, essa expressão é estranha a primeiro contato, mesmo. Mas vamos lá. A estrutura gráfica da apresentação ( arquétipo visual ) é o resultado final de todo empenho e trabalho no projeto desenvolvido. Portanto, é a apresentação propriamente dita. E é exatamente por isso que essa etapa precisa ser cuidadosamente montada e revisada.

Aqui, utilizar bons mockups; elementos que remetam à Identidade Visual do projeto; grid visível, para o caso de o job ser a concepção de uma marca; escolha certa das cores e imagens para o BG (background), boa iluminação para o caso de um projeto fotográfico;  renderização limpa e leve se for um projeto em 3D, enfim.
Buscar a primazia no que esta sendo visto é essencial e a parte mais importante para quem busca uma aprovação satisfatória por parte do cliente.

aprovar-4

Muitas vezes, na correria de uma agência e de muitos jobs acumulados torna difícil seguir etapas como essas, a fim de se obter apresentações de qualidade e, consequentemente, mais facilitadas. No entanto, levar em conta que aprovação gera rapidez e fluidez para os demais projetos, pode ser um diferencial para quem deseja otimizar o trabalho. Pra quem trabalha no Freela (freelancers), usar essas dicas fica bem mais viável.

É bom lembrar que jobs desenvolvidos sem paixão não precisam seguir essas dicas para apresentação, porque não importa o que se faça, o cliente vai perceber de cara que não houve comprometimento em sua construção.
Então é isso, vamos aproveitar esses conselhos e seguir alcançando mais aprovações e facilidades no que se refere a nossos jobs tão bem elaborados.

E é isso, negadis. Graça e paz e um copo de suco! Tamojunto!

Clique aqui para comentar ( )