Publi e MKT

Como formamos nosso voto? – Marketing Político

Estamos em mais um ano de eleições, esse jogo político que possui como objetivo o nosso voto. O marketing político é visível através dos meios de comunicação por onde somos guiados a escolha de nossos candidatos. Será certo essa maneira de conquista? Não seriam elas prejudiciais a escolha? A grande massa da população vive à margem da opinião midiática, então quem realmente elege não é o povo e sim quem está no comando desses meios. Certo?

2Somos moldados a um padrão de escolha, quem vota considerasse digno de formar o futuro do país, por outro lado estão os políticos prontos para discursar e mostrar os seus últimos feitos. Maquiavel cita em “O príncipe” que o povo tem memória curta, isso no século XVI e até hoje vemos isso claramente, os governantes em tempos políticos são verdadeiros pais do povo, o que não ocorre em maioria durante os anos que se seguem.  O poder do marketing consegui transformar um desconhecido em alguém amado e idolatrado pelo povo.

São diferentes as formas de se trabalhar mas sempre se resume ao mesmo jogo de manipulações e busca por transformar o político na “pessoa que transformará o país”, eles são gentis, simpáticos, amam, abraçam e beijam crianças, e se dizem dispostos a lutar pelos direitos do povo são estratégias comuns nesse período e tudo bem planejado, a emoção continua sendo uma das principais formas de envolver e atrair o eleitorado.

Nesses últimos anos vemos que um dos principais meios de atingir a massa é através da internet, há nos comitês um foco especial para essa rede de comunicação.

São trabalhos bem projetados, principalmente nas redes sociais elas podem elevar ou destruir a imagem de qualquer pessoa.

São elas hoje o maior palco da disputa. Seremos sempre alvos de belas campanhas e um jogo de palavras bem ensaiadas? ou aprenderemos que não são belos discursos e uma fotos bem pensadas que transformam um país.

1

 

 

Fontes:

http://academiadomarketing.com.br/marketing-politico-digital/

http://portal.estacio.br/media/3327643/2-marketing-politico-mal-necessario.pdf

http://www.osensato.com.br/politico-ser-apenas-honesto-e-suficiente/

Clique aqui para comentar ( )