Design

Conceptual Art da série animada Gravity Falls

Disneyxd_gravity_falls_wallpaper_1920x1200

Gravity Falls é uma série animada da Disney que foi ao ar no ano de 2012 e chegará ao fim em fevereiro de 2016.  A animação gira em torno dos irmãos gêmeos Dipper e Mabel Pines que resolvem passar as férias na casa do tio-avô Stan Pines em uma cidade do interior chamada Gravity Falls. Mas mal sabem eles que conspirações e aventuras perigosas os aguardam nesta cidade misteriosa. Alex Hirsch, o criador da série, se inspirou nas peripécias que vivenciou na infância com sua irmã gêmea para construir Gravity Falls.

A série tem um cronograma um tanto quanto diferente das demais séries animadas que vemos na TV, pois em cada ano ela disponibiliza uma quantidade diferente de episódios. Em 2012, ela disponibilizou 12 episódios, já em 2013, apenas 8 episódios; resultando assim, na primeira temporada. Em 2014, foram 14 episódios, já em 2015, houve 10, e agora em 2016, vem o grande final com um episódio especial de uma hora para finalizar com chave de ouro a segunda temporada.

O desenho possui um roteiro com diversas reviravoltas, e consegue realizar uma eficaz construção de personagens, gerando assim, empatia instantânea por parte do público. Gravity Falls cativou o público adulto, seja pelos gráficos (especialmente os cenários), pelas sacadas inteligentes presentes no roteiro, ou seja pela simbologia muito forte na trama. Somente o público mais maduro e ciente das teorias de conspirações irão perceber as diversas referências. Essa questão de resgatar elementos que somente adultos irão compreender, assemelha-se até mesmo um pouco a lógica de Adventure Time. O curioso é que a grande maioria que constitui o fandom são adolescentes, jovens e adultos (principalmente aqueles que trabalham diretamente com as artes, sejam plásticas, publicitárias e afins).

Logo após de estarmos a par disso tudo, vamos ao que realmente queremos saber: Conceptual Art. Gravity Falls tem backgrounds que chamam a atenção e se destaca em meio a tantos desenhos que passam na TV. Seus cenários são sempre muito bem finalizados, com contrastes e cores muito bem trabalhadas resultando assim em um gráfico admirável. O desenho usa e abusa de linearts e sua pintura é simples com sombras e textures, mas o destaque principal vai para a finalização (o acabamento), ao utilizar muitos recursos de iluminação.

Um destaque fundamental é o character design. É um desenho que tem traços infantis, ou seja, traços simples e “cartoonizados”. Este tipo de traço é ótimo para explorar o humor de forma leve e inusitada. Para chegar no character design final, houve um intenso processo de estudo. A artista Brigette Barrager foi a responsável pelos primeiros rabiscos. Acompanhe suas experimentações na construção da arte dos personagens:

Em seguida, o artista Joe Pitt ajudou no processo de finalização, culminando assim no character design oficial.

Já artistas como Jeffrey ThompsonElle Michalka, Trevor Simonsen, Ian Worrel, Sean Jimenez e Josh Parpan, foram os principais responsáveis na construção dos cenários/backgrounds do desenho animado. Inspire-se:

 

Fonte: THE CAB

Clique aqui para comentar ( )