CapaDeadpool
Design

Diretor do sensacional Deadpool utilizou Adobe Premiere para editar o filme – E revela os motivos

Primeiro: Você já assistiu a Deadpool? Ainda não? Corre que dá tempo!

Ok, não teremos spoilers fortes nem nada aqui, talvez um ou outro comentário, mas nada que entregue o filme, ok?

O mercenário mais desbocado, debochado e divertido do cinema, que quebrou barreiras e tirou sarro com nada menos que X-men, Hugh Jackman e Ryan Reynolds e até mesmo o Liam Neesom é um grande sucesso de bilheteria.

E quem viu adorou a edição. Não é mesmo? (Eu pessoalmente demorei um pouco para me acostumar com a estrutura de flashbacks mas para quem já viu Amnésia é fichinha). Os efeitos são muito bem-feitos, as cenas de luta são claras e empolgam, e todo o filme foi filmado com muito esforço e trabalho duro.

Mas todo este filme foi editado com uma ferramenta poderosa chamada *tchan tchan tchan* Adobe Premiere!

Sério, tá escrito aqui!

As ferramentas da Adobe vem sendo reconhecidas e utilizadas cada vez mais pela indústria cinematográfica, sendo utilizados o After Effects e o Adobe Premiere na concepção de filmes como Avatar e A invenção de Hugo Cabret e Garota Exemplar.

Este último foi dirigido por David Fincher e editado integralmente nas ferramentas da Adobe. David Fincher nada mais é do que um dos mentores de Tim Miller, o diretor de Deadpool, o que o influenciou na escolha do ferramental Adobe Premiere em conjunto com o After Effects para realizar a edição do filme.

Veja o relato do Diretor no vídeo abaixo para mais detalhes.

 

Clique aqui para comentar ( )