Livro de colorir em realidade aumentada feito pela Disney.
Design

Disney cria aplicativo que permite colorir em realidade aumentada

É impressionante como a tecnologia vem mudando e evoluindo a cada dia, é quase impossível acompanhar tudo de uma vez só. Nesse universo até as crianças tem sido vistas como um público alvo fiel. Afinal, não é difícil ver os pequenos dominando aplicativos e jogos de tablet e smartphone por aí.

Sendo assim, a realidade aumentada veio com tudo para privilegiar e encantar ainda mais esse novo target. E se as crianças Baby Boomers e geração Y costumavam adorar colorir desenhos e gravuras, especialmente as meninas, o que dizer de fazer isso em 3-D e ver ao vivo e a cores bem na sua frente o progresso de sua pintura?

A Disney e seu livro de colorir em 3-D

Pois é, foi isso que o time de desenvolvedores da Disney  fez ao lançar na última semana um aplicativo sensacional onde um simples desenho se transforma em um objeto em 3 dimensões depois de ser inspecionado por um recurso mobile como tablets e smartphones.

O objetivo é desafiar a criatividade das crianças, despertando e melhorando esse senso de liberdade mental, um exercício muito benéfico a elas.

No vídeo de demonstração do projeto, postado abaixo, vemos na prática como isso é possível. De acordo com os desenvolvedores, a ideia é trazer esse conceito para músicas e educação, o que com certeza vai ajudar muito as crianças em seus trabalhos de escola.

 

A realidade aumentada na prática

Para quem não está por dentro do assunto ou quer saber mais, vale explicar. A realidade aumentada nada mais é do que transformar algo físico em alguma coisa virtual, em 3 dimensões, que você consegue ver bem diante de seus olhos.

Essa tecnologia funciona baseada em algoritmos avançados que transferem um protótipo palpável e físico em algo completamente virtual em tempo real, o que choca ainda mais.

Nesse PDF  os desenvolvedores explicam em inglês detalhes de como cada parte do processo funciona, com ilustrações e esquemas que facilitam o nosso entendimento.

Mas aqui vou traduzir o conteúdo e dar uma prévia do passo-a-passo básico para vocês:

  1. Os desenhos coloridos em 2-D fornecem ao sistema informações sobre a textura dos personagens, em suas partes visíveis, já que aquelas regiões mais ocultas como as costas da cabeça, devem ser geradas posteriormente.
  2. O método objetiva a atualização ao vivo para que, dessa forma, as alterações possam ser visualizadas pelas crianças assim que elas colorem. Aqui é o desafio da texturização que deve ser feita com um baixo orçamento em computação.
  3. O rastreamento do algoritmos e texturas precisa ser feito cautelosamente para que as curvaturas presentes no livro achatado no formato tradicional, sejam respeitados no 3-D, exigindo uma captura robusta da deformação da página.
  4. Essa última etapa é o refinamento, o tratamento final. Aqui é necessário uma canalização eficiente de conteúdo afim de precificar adequadamente o aplicativo de livro de colorir.

Agora que você já sabe como funciona me diz: o que achou desse aplicativo? Gostaria de ver o desenho de uma criança em 3-D? Fique á vontade para nos deixar seu comentário.

Clique aqui para comentar ( )