Design

Entendendo o jogo: o que é a Gestalt?

A Gestalt, ou psicologia da forma, é um movimento de estudos da psicologia moderna que surgiu em torno de 1870 para entender melhor a teoria da forma.

O uso das leis da Gestalt está sempre presente nos projetos de design, mesmo que de forma inconsciente. A Gestalt não é exatamente um método de trabalho, mas uma forma de percepção do objeto. É a Gestalt que auxilia o entendimento das mensagens e a assimilação das informações – e é entendendo suas leis que conseguimos adotar uma metodologia que respeite a percepção visual do nosso receptor.

(Leia mais sobre a história da Gestalt no próximo post Gestalt – Origem do estudo)

O que significa?

A Gestalt (plural Gestalten) é uma palavra de origem germânica intraduzível para o português, mas o dicionário Michaelis traz algumas definições:

Ge.stalt : Sf, -en 1 figura, forma, feição, aparência, porte. 2 estatura, conformação. 3 vulto.

O Michaelis que me perdoe, mas acho muito mais legal a definição que o Gestalt- Centro do Rio Grande do Sul traz em seu site:

A palavra Gestalt tem origem alemã e surgiu em 1523 de uma tradução da Bíblia, significando “o que é colocado diante dos olhos, exposto aos olhares”. Hoje adotada no mundo inteiro significa um processo de dar forma ou configuração. Gestalt significa uma integração de partes em oposição à soma do “todo”.

Melhorou agora, né?

Você também encontrará outras formas para referir-se ao mesmo assunto: teoria da Gestalt, psicologia da forma e Gestaltismo.

Existe também outra linha de estudo que não é sobre a Gestalt da forma que nós, comunicadores, comumente conhecemos, a chamada Gestalt-terapia.

Princípios da Gestalt

A teoria Gestáltica defende que a mente percebe os objetos como um “todo” e não por suas partes. Ou seja, quando um sujeito se depara com um armário, ele percebe o conjunto “armário” em vez de “porta+estante+madeira+gaveta”.

Esta percepção do todo é um fenômeno chamado supersoma (Ehrenfels, 1890) que quer dizer o seguinte:

“A + B” não é simplesmente “(A+B)”, mas sim um terceiro elemento “C”, que possui características próprias.

O que você vê: o todo...

Aposto que você reparou no secador (forma do todo)…

... ou as partes?

… mas não nas partes que o compõem (tirando o que fica por dentro : P) [fonte: ifixit.com]

Veremos mais sobre este assunto em Gestalt: introdução às suas Leis, que será publicado no dia 29/01 05/02.

O que mais você precisa saber:

A palavra Gestalt é escrita sempre com o ‘G’ maiúsculo.

Não é o sobrenome de nenhum psicólogo maluco. É uma palavra alemã.

Gestalt é mais que um estudo psicológico. É um “way of life”. (Opinião do autor)

Continuamos na próxima Terça.

 

Este post faz parte da série Gestalt: série de posts sobre a psicologia da forma.
Deixe seu comentário e siga para o próximo post: Gestalt – Origem do estudo [parte 1].

Clique aqui para comentar ( )