Artes

Exposição: “Todos podem ser Frida”

A mexicana Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, mais conhecida como Frida Kahlo, mesmo tendo falecido em 1954 marca o mundo até hoje com os traços que pintou suas artes e com as cores e dissabores de sua vida. Ela que se declarava filha da Revolução Mexicana era uma agitadora cultural mediante sua vida tumultuada por dores físicas e cheia de dramas emocionais.

Frida Kahlo

Frida Kahlo

Foi essa colorida persona que inspirou o projeto “Todos podem ser Frida” que traçou a história da artista em “cinco fragmentos fotográficos dos fatos mais impactantes: FRIDA POR INTEIRO, O AMOR DE FRIDA, A DOR DE FRIDA, AS CORES DE FRIDA e O ABORTO DE FRIDA”.

O resultado é uma incrível exposição fotográfica, que está no Museu da Diversidade Sexual, onde vários sujeitos assumem o lado Frida Kahlo de ser. E quem for nos dias 15, 16, 22, 23, 29 e 30 de novembro e 06, 07, 13 e 14 de dezembro no horário de 14h às 19h, poderão ter a experiência de serem fotografados como Frida Kahlo mediante a assinatura de  um termo de cessão de uso de imagem.

905362_227630267405702_465557250_o

Projeto de Camila Fontenele de Miranda

Projeto de Camila Fontenele de Miranda

Projeto de Camila Fontenele de Miranda

Projeto de Camila Fontenele de Miranda

Projeto de Camila Fontenele de Miranda

Data de realização: 13 de novembro a 28 de fevereiro.

Horário de visitação: Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 10h00 às 20h00

Local: Museu da Diversidade Sexual, Rua do Arouche, 24 República – São Paulo | Estação República (Metrô – Linha 3 Vermelha e Linha 4 Amarela)

Fonte: http://www.todospodemserfrida.com/

Clique aqui para comentar ( )