capa
Artes

Faça do seu dia a sua maior inspiração

Olá, pessoas!
Qual tipo de designer é você? Preguiçoso? Dos que correm atrás? Acomodado? Os que só fazem reclamar? Os que tentam melhorar a cada job? Dos que copiam dos outros? … Sério, onde você se encaixa? Muitas perguntas, não é?! Mas acho que deu pra entender um pouco do assunto da pauta de hoje. Não será nenhum tutorial, dica ou ajuda de mercado, mas sim, algumas orientações para tornar sua vida de criativo melhor.

O começo do artigo parece pesado (e talvez até seja um pouco), mas é simples de se entender. Existem vários tipos de designers/criativos. De todas formas e tamanhos que se pode imaginar.  Apesar das várias ‘classificações’, vamos definir duas patentes: dos que só reclamam e os que partem pra ação. Basicamente, falaremos dessas duas ‘vertentes’ de profissionais da nossa amada profissão. Prometo que nada de muito longo, o papo é reto e sem ‘arrudeios’ (como falamos no Nordeste).

01-1

Imagem – Fotolida da Adobe

– ONDE VOCÊ SE ENCAIXA?

No mundo do design, muitos profissionais ficam entre a fina linha de ser freelancer e  empregado; ou você trabalha pra alguém ou pra você, simples. Em qualquer um dos dois, existem exatamente os nossos ‘dois tipos de designer’. O que acho incrível é que profissionais atuam na área – às vezes – não dão o devido valor que o nosso universo merece. Já estou cansado de ver gente que só faz reclamar de tudo. Reclama do mercado que não é favorável, dos clientes que não aparecem, das alterações que precisa fazer e assim vai… O pior é que, na maioria das vezes, essas pessoas não movem um dedo pra mudar a situação atual em que se encontram. Claro que o mercado não é muito fácil, nem sempre temos clientes e alterações são chatas, mas isso não é motivo pra reclamar todo santo dia, cara.

Outra situação chata é o pessoal que trabalha em agência e só vive reclamando que não é o emprego dos sonhos e não se mexe pra mudar isso. Não que eu esteja dizendo que trabalhar em agência seja uma coisa ruim, longe de mim (até porque trabalho em uma)! Mas muita gente que atua nesse mercado, reclama que não é vantajoso, não é legal e blá, blá, blá… São apenas reclamações, frustrações e whatever…

O lance é o seguinte: nenhum emprego é perfeito! Mesmo que você ame o que faz, ainda assim, problemas acontecerão e aquilo não será perfeito’. O mercado nem sempre é favorável, existem milhares de profissionais assim como você que estão tentando exatamente a mesma coisa – o que não significa que não existe espaço pra você.  No panorama geral, qualquer mercado tem altas e baixas, mercados grandiosos caem as vezes, imagina o de design que ainda nem é valorizado como deveria?!  Em minha humilde opinião – você pode mudar o funcionamento das coisas. Se não gosta de trabalhar em agência, porque não tenta se esforçar mais para tentar se lançar como freela? Você, freela, por que não tenta estudar e melhorar mais para poder se vender melhor e conquistar fãs? Saca? É justamente esse ponto que quero chegar.

Invés de reclamar da segunda-feira que você precisa acordar cedo pra trabalhar (em agência/freella/qualquer outro lugar), pense nos que querem ter emprego/serviço pra fazer e não tem. Acho que a situação deles é pior, certo? Invés de reclamar dos freela que estão sendo feitos de madrugada, pense naqueles que não tem se quer um cliente para fazer um job. Claro que isso é relativo, não dá pra generalizar.

FAÇA DO SEU DIA A SUA MAIOR MOTIVAÇÃO! Para de reclamar de tudo e tente partir pra ação, reclamar menos e fazer mais, buscar ser melhor a cada dia, estudar e aprender pra se tornar melhor. Acorde e tente pensar em tudo o que pode dar mais inspiração pra o seu dia, até porque, tudo pode ser um fator de inspiração pra sua vida criativa.

Não vá pra o seu trabalho reclamando do chefe, companheiros de trabalho e outras coisas… tente dar o seu melhor no seu ambiente de trabalho, mesmo que seja algo temporário. Aproveite os detalhes do dia para se inspirar, viva de bom humor e faça sempre o melhor. Garanto que seguindo esses passos, seu design e vida profissional serão melhores.

hand drawing a shortcut to a maze on a chalkboard

Imagem – Fotolia da Adobe

Longe de mim querer ditar como as suas vidas serão. Não faço ideia de como vocês atuam na área ou pretendem atuar, mas acho que fazer mais do que é esperado e tentar melhorar a cada dia é algo que pode ser inspirado pra todos nós. Por isso decidi escrever esse artigo. Para expressar o descontentamento com algumas ações dentro da nossa área.

Espero que esse conteúdo possa ter sido, de alguma forma, bom para o seu dia e sua carreira. Quer discutir algo sobre o artigo? Não gostou de alguma coisa? Fala aí nos comentários. Será um prazer discutir sobre o assunto com vocês.

Abraços e um suco de maracujá! ;)

 

*Imagem de capa: Fotolia da Adobe.

Clique aqui para comentar ( )