14087700_1149886911739360_1468907266_o
Inspirações

Inspiração

Muitas vezes nos encontramos em um momento que nenhuma ideia surge, parece que a capacidade de pensar em algo diferente simplesmente desapareceu e quando forçamos o nosso cérebro para pensar, a situação complica mais ainda.

Tem dias que estamos inspirados, que para praticamente tudo existe uma solução criativa, com apenas um traço, podemos ver uma infinidade de opções de utilidade e continuidade. Bem, sabemos que isso não é algo contínuo e que além da inspiração natural, se necessita um estudo para agregar mais significado ao projeto realizado.

Imagine uma caixinha dentro de você, que guarda tudo o que vê e no momento que mais necessita de uma ideia, ela te manda uma sugestão, isso seria a inspiração.

Mas para preencher essa “caixinha”, é necessário uma atividade diária, feita de forma natural, a observação. Existem várias maneiras de se fazer essa atividade e não é só pelo olhar que podemos realizá-la, sentir o cheiro dos ambientes, distinguir os sons, sentir a textura de várias superfícies, saborear alimentos diferentes e procurar ter uma pitada ou melhor, uma colherada de ousadia, ajudam para ter a inspiração. 

Aproveite o trajeto da sua casa até o seu trabalho para observar os objetos que compõem o caminho, as cores que são utilizadas nos estabelecimentos, o modelo de fachada que é utilizado. Olhe a natureza que está à sua volta, nos detalhes das plantas e se possível sinta o cheiro delas. Se você vai caminhando ou de ônibus, melhor ainda, terá mais tempo da sua atenção para esse tipo de observação.

Quando for ouvir uma música, escute além da voz do cantor, tente distinguir os instrumentos que são utilizados e faça isso com as notas musicais se conseguir. Nunca se sabe o dia que terá que realizar um trabalho que envolva musicalidade e quando acontecer, será fora do comum.

Uma dica é pegar uma música que tenha um instrumental muito bem elaborado e deixar os pensamentos fluírem, ideias vão surgir nesse período.

Muito além do tato, o designer precisa conhecer a textura de vários papéis e de outros itens do mundo gráfico para desenvolver algo totalmente diferente, ele necessita saber se uma textura pode transmitir a ideia que se procura e se já observou isso antes, será muito mais fácil para achar a solução.

Existem várias outras atividades para praticar a observação, como filmes, seriados, revistas, livros, exposições de artes, conhecer o trabalho de outros profissionais da área (só para se inspirar), paisagens, existem uma infinidade de situações e lugares para observar e ter inspiração.

Mas isso só vai acontecer com êxito se sua mente estiver calma e livre para conhecer novos formatos, cores, traços, culturas e muito mais.

E mais uma dica, anote tudo no mesmo instante quando a inspiração vier. ;)

 

 

Clique aqui para comentar ( )