Inspirações

Keep Calm e faça Design: juntos pelo “Padrão Fifa”

Sabemos que ser designer por aqui não tá fácil: as empresas nos negam espaço, pouca gente entende realmente o que fazemos e a maioria ainda se refere à nós como os designs”. Por outro lado, temos dois fatos incontestáveis: o Brasil precisa de nós e as pessoas querem Design! Parte do problema é que elas não sabem disso.

Basta olhar as embalagens difíceis de abrir, os cartazes de promoção no comércio, as paradas de ônibus ou os inúmeros atendimentos mal prestados: por todo lado existem problemas esperando soluções e inúmeras situações nas quais “faltou Design”. Sejamos francos: muito do que existe está longe de funcionar bem. Só que para melhorar um país tão lotado de demandas, precisamos aumentar o time.

O grito nacional dado em junho – e que ecoa até hoje – pede mudanças. Durante os protestos, muitas coisas foram questionadas e isso vem, em parte, da insatisfação geral com o que deveria funcionar bem, visto tantos impostos pagos; só que não. Na verdade, em muitos setores, falta o básico.

Então o que será que querem dizer com “Hospitais Padrão Fifa”? Deveríamos projetar arquibancadas para as salas de cirurgia? Contratar treinadores para os bebês na maternidade? Não! O que a população quer são serviços modernos e eficientes, assim como prometem ser nossos novos estádios. Para isso, designers, arquitetos, engenheiros, publicitários e inúmeros outros profissionais ligados à criatividade devem se unir para ser o diferencial que está faltando neste momento de crescimento nacional e em que o (nosso) dinheiro tá rolando solto.

Além disso, os tempos são outros e temos novas necessidades. Dessa forma, seja no método de ensino, na gestão pública ou no modo de trabalho (só para citar as áreas mais críticas), precisamos urgentemente nos atualizar. Não se trata apenas de substituir o velho, mas de repensar o novo. E é inegável afirmar que, se designers estiverem envolvidos do início ao fim nesses processos, a chance de êxito será muito maior.

Mas se o país precisa de nós, tá cheio da (nossa) grana e se as pessoas querem Design, o que está faltando?

Quem sabe existam milhares de respostas para essa pergunta, afinal é difícil entender porque algo tão útil e valioso vem sendo ignorado e desperdiçado mercado afora. Mas, pra começar, creio que precisamos de mais designers brazucas, além, obviamente, da sonhada regulamentação da profissão no país. A imagem do Brasil perante o mundo está mudando. E é bom que ela não seja uma Comic Sans.

Fontes: 1, 2, 3, 4.

Clique aqui para comentar ( )