capa_tamanho
Artes

O Graffiti Expressivo de Sliks e nossa entrevista

Arte por Sliks

Fala criativos!

Hoje tenho o prazer de lhes apresentar esse grande expoente da arte urbana nacional, Rafael Sliks é um artista e graffiteiro paulista que trilhou o longo caminho da arte nas ruas até o seu recente reconhecimento como um artista plástico, seu estilo consegue misturar a estética urbana com a arte abstrata e mais expressiva de uma maneira única.

Você pode encontrar o Sliks e sua arte nos seguintes links:

4

1- Antes de tudo gostaria de agradecer nos permitir ter a honra de entrevistá-lo, nos conte mais de como começou o seu interesse por graffiti e arte?
O meu interesse pelo graffiti surgiu nos anos 90 quando andava pelas ruas do centro de Sao Paulo e via muitas pixações e graffitis da época. Em 1997 comecei a soltar os primeiros rabiscos pelas ruas e então minha mente abriu para arte. A vivência na rua me influenciou muito.

london-13
2- Nos fale mais quais são suas referências, mentores e pessoas que o inspiram ao longo desses anos?
Sobre minhas referencias, diria que é o meu dia-a-dia na cidade ou na natureza, gosto do mix entre o caos da cidade e uma floresta, dois ambientes totalmente diferentes que me inspiram a cada dia que passa. Meus mentores e influenciadores são os próprios mestres das artes, de varias escolas e anos diferentes: Manet, Monet, Picasso, Dali, Seraut, Baskiat, Escher, Klint, entre outros.
7
3- Como funciona o seu processo criativo na criação de uma arte?
Meu processo na criação eu não sei muito bem explicar, quando sinto que quero pintar algo  vou até o estúdio coloco o suporte escolhido, as tintas e deixo fluir. Já na rua eu gosto de experimentar bastante e também fazer idéias já organizadas.

1

4- Nos fale um pouco da sua rotina, como é um dia na vida do Rafael Sliks?
Sobre meu dia-a-dia é como na arte, imprevisível, muito ocupado ou muito parado. Normalmente passo bastante tempo no estúdio experimentando e estudando.
5
5- Qual você considera o ponto mais positivo e o ponto mais negativo da profissão?
Sobre o pontos positivos e negativos dentro da arte, acho que tem que existir por uma questão de equilíbrio e assim vamos aprendendo com ambos a cada dia.

IMG_29081

6- Qual você considera seu melhor trabalho até o momento e porque?
Meu melhor trabalho até o momento não existe, acho que todos tem algo bom, mas nenhum deles é o melhor, então vou pintando até descobrir qual vai ser o melhor .
6
7- Agora um rápido bate-bola:
Um filme: Ashes to Snow
Uma música: Cinematic Orchestra – Durian
Um lugar: Ko pha Ngan
Uma cor: AZUL
Uma comida: Vegetarianas

2
8- Nos conte mais sobre seus hobbies, quando você não está trabalhando, o que gosta de fazer?
Eu gosto de jogar futebol com os amigos, andar de Skate / Bike pelas ruas e fotografar.
8
9- Para finalizar, você tem alguma lição que aprendeu ao longo desses anos que gostaria de compartilhar com nossos leitores?
Posso compartilhar a lição que aprendi nas ruas por onde eu passo: Respeite para ser respeitado.

 

 

Clique aqui para comentar ( )