Artes

O Perfeito casamento da Ciência com a Arte

 

Aparato utilizado por Lavoisier

A química está em todos os lugares. Desde quando você respira – quando os átomos de oxigênio do ar entram nos seus pulmões e são levados pela sua corrente sanguínea, até chegar nas suas mitocôndrias e produzir energia suficiente para você movimentar o scroll do seu mouse um pouco mais – até quando você prepara um aromático café – quando as moléculas de cafeína do grão torrado e moído, que por um processo químico de extração por solvente e, posteriormente, filtração, te dão mais energia ainda para enfrentar de cabeça erguida o seu dia (mesmo porque o dia só começa depois do café). Você só consegue visualizar este post porque, neste exato momento, as conexões químicas do seu cérebro estão, ainda, recriando e te fazendo sentir o aroma do tal café, alem de te permitir ver as palavras em si, é claro.

O fato é que a química é um daqueles fatores que regem tudo e todos e, assim como o tempo por exemplo, fazem parte do nosso cotidiano de forma tão íntima e silenciosa que na maioria das vezes nos esquecemos de que ela esta la, fazendo as coisas acontecerem nos bastidores da nossa existência.

Diante da facilidade de se passar desapercebida aos nossos olhos, é fácil imaginar: Como é que essa tal química se parece?

 

Reação metálica - Nitrato de Prata, Sulfato de Cobre e Nitrato de Chumbo.

Reação metálica – Nitrato de Prata, Sulfato de Cobre e Nitrato de Chumbo.

 

Regente de todas as coisas que é, a química não poderia se mostrar mais fascinante quando vislumbrada. É aqui que entram os cientistas do Institute of Advanced Technology na University of Science and Technology na China e a Tsinghua University Press. A ideia é simples: Filmar as mais variadas reações químicas em resolução 4K UltraHD a fim de capturar os mais ínfimos detalhes. Eles se preocuparam em retirar os famosos tubos de ensaio e vidrarias de cena, deixando a reação química como centro do espetáculo. Sem distrações e com uma qualidade de imagem respeitável, é fácil se imergir.

É como se as reações tivessem como produto nada mais que arte. É aqui que um dos duetos mais incríveis de todos tomam forma: ciência e arte dançam em um misto de realidade e fantasia. Elas brincam com cores e texturas e nos fazem duvidar da veracidade de seus truques.

Você, sem dúvidas, vai se pegar pensando se não é algum tipo de renderização 3D. A verdade é que tudo isso faz parte da sua vida a muito tempo, mas você nunca teve a oportunidade de ver.

Confira -> bit.ly/1GKtGVP

 

Clique aqui para comentar ( )