Validando uma ideia de negócio
Freela e Startup

Primeiro passo para o primeiro milhão

Validando uma ideia e comprovando um negócio

Nós criativos corriqueiramente temos insights e ideias. É importante sabermos que uma ideia por si só não tem valor algum, a não ser que seja executada. No mundo dos negócios funciona da mesma forma. Para que sua ideia valha algo, ela precisa ser comprovada, validada, caso contrário nenhum investidor lhe dará ouvidos. Para isso existe o Minimum Viable Product (Produto Mínimo Viável).

O MVP tem como objetivo trazer aprendizados para o seu negócio com o mínimo de esforço possível. Trata-se de por a ideia para funcionar em sua forma menos complexa. Com ele é possível validar a ideia, ou chegar ao fracasso sem ter investido muita coisa nela. Ter um MVP é extremamente relevante. Ele, além de validar seu negócio, é um dos principais requisitos para atrair investidores.

“A lição do MPV é que qualquer trabalho adicional além do que foi requerido para iniciar a aprendizagem é desperdício”. – RIES, Eric. A Startup Enxuta. 2011.

Existem diferentes maneiras de comprovar o valor de um negócio. É importante saber que por mais complexa que seja a forma em que a sua ideia vai funcionar, sempre há um modo mais simples e objetivo de simular seu funcionamento. Abaixo vou citar uma grande empresa e a forma como validaram seu produto.


MVP em vídeo

Dropbox é uma ferramenta prática de compartilhamento de arquivos. Atualmente a empresa fica no Vale do Silício e vale alguns bons bilhões. Drew Houston (CEO da Dropbox) participou de diversas reuniões para conseguir investimento, todavia, os investidores não conseguiam aderir a mesma visão de Houston.

Fazer um protótipo funcional demandaria muito tempo e mão de obra, ou seja, inviável. O CEO precisava encontrar alguma forma, que não demandasse muito esforço, de saber se seu produto era significante para as pessoas e seria utilizado. A solução foi simples: Um vídeo explicando o funcionamento do sistema. Em menos de um dia a lista de espera pela versão beta passou de 5 mil para 75 mil pessoas. Com isso, Drew levantou um investimento de US$ 250 milhões. Segue o vídeo que ele fez:

Relembrando que existem milhares de formas de simular o funcionamento do seu produto para validá-lo. É só pensar na forma mais simples e objetiva de fazê-lo funcionar. Pode ser um blog, um grupo no Facebook, um vídeo demonstrativo, um evento, entre outros. Tudo depende do produto em questão.

Novamente, espero que o post seja útil para vocês. Abraços e até semana que vem.

Foi usado como referência o livro A Startup Enxuta, de Eric Ries.

Clique aqui para comentar ( )