Publi e MKT

Quem canta a caspa espanta

No ar desde o dia 27 de Agosto, o segundo filme da serie que Joel Santana protagoniza para o shampoo Head&Shoulders intitulado “Singing in the chuveration” (Veja o vídeo abaixo) já promete fazer mais sucesso do que o primeiro da serie. Confesso que quando critiquei o filme “Donti Révi Caspa”, o primeiro (veja clicando aqui), não imaginava que ele iria fazer o estrondoso sucesso que fez quando foi lançado no mês passado, atingindo mais de 20 milhões de visualizações.

A clara chupada da ideia da Pepsi em satirizar o peculiar sotaque de Joel Santana ao falar inglês inicialmente me pareceu repetitiva demais.

Porém, conforme o tempo passou e revi o comercial várias vezes já comecei a perceber ali um potencial melhor e uma melhor exploração criativa do que o simples “Pode to be?” da Pepsi, que já funcionou muito bem na época.

Porém, o filme “singing in the chuveration” confirmou em gênero, numero e grau minhas expectativas de uma bela continuação.

O novo filme foi além dos 30 segundos característicos de uma propaganda para trazer uma musica, especialmente criada para a campanha, que traz Joel cantando em seu peculiar inglês com sotaque carioca carregado e misturando o português e o inglês. Com cenário dourado e prateado, efeitos especiais, banda e dançarinas, o vídeo não faz feio no quesito diversão e entretenimento requerido pelo cliente.

De acordo com Leonardo Romero, diretor de marketing da Head&Shoulders no Brasil “Quem viu o primeiro vídeo da campanha precisa assistir a segunda participação do Joel. Este novo filme é uma aposta da marca para seguir a linha bem-humorada adotada na nossa comunicação e conscientizar os consumidores da pronúncia correta de Head&Shoulders”.

A minha única e derradeira duvida quanto a campanha foi de fato o ultimo item do discurso de Leonardo. A pronúncia correta do shampoo na minha opinião seria o último quesito na entrega do pedido. Com uma pronúncia incorreta e com bastante sotaque vai ser difícil vender um produto que exige isso.

Apesar de tudo, talvez o bom humor com que a propaganda foi feita, supere qualquer defeito existente na mensagem. Só nos resta aguardar e ver quantas visualizações a agencia África conseguira desta vez!

Clique aqui para comentar ( )