Design

Relógio para um Design inclusivo.

“Que horas são? Ow, ow, ô moço que horas são? Ninguém vai responder não?”

Em grandes centros parece impossível interromper o percurso de um transeunte para perguntar que horas são. Imagine para um deficiente visual o quão agonizante deve ser tal situação?!

Vale lembrar, que o designer é antes de tudo um solucionador de problemas. A partir de três pilares – forma, função e estética – devemos antes de tudo pensar e projetar produtos que sanem da melhor maneira possível, questões físicos sociais que são verdadeiras barreiras invisíveis.

Relógio que fala as horas já existe:

Tell Time - Relógio de fala as horas.

Tell Time – Relógio de fala as horas.

Relógio em alto relevo, também:

Reizen Braille - relógio com indicações táteis.

Reizen Braille – Relógio com indicações táteis.

Ok? Não, pois e a estética? Não evolui junto?

Surge então o Bradley Timepiece produzido pela EONE – designed for everyone. De titânio com fundo de aço inoxidável ele vem com uma pulseira de malha de aço ou de tecido, com várias opções de cores. A partir da posição de dois anéis com pequenas bolinhas – um para hora e outro para minutos – é possível saber as horas.

Bradley Timepiece

Bradley Timepiece

 

Cores Bradley

Cores Bradley

Olha que bacana como ele foi desenvolvido:

Desenvolvendo o Bradley

Desenvolvendo o Bradley

 

Bradley Timepiece - Explicação

Bradley Timepiece – Explicação

O relógio faz tanto sucesso que foi escolhido para participar da competição de Design do Ano no Museu de Design de Londres. Com a campanha “Bradeley Designed – Para ver e tocar” a empresa consegue seguir na linha do que acreditam: “Que um bom design não é exclusivo e sim inclusivo”.

Vamos pensar fora da caixa e vislumbrar nichos que precisam de produtos de design funcionais, com forma e estética trabalhadas?!

Fontes: KickStarter, Watchtime e Eone.

Clique aqui para comentar ( )