“Rostos” de pessoas recriados a partir do DNA encontrado em Gomas de mascar

Navegando pelos sites de inspiração da vida, encontrei uma matéria que me fez lembrar C.S.I, S.V.U ou qualquer uma dessas séries policiais de investigação. Uma artista americana chamada Heather Dewey-Hagborg recria rosto de pessoas a partir de seu DNA encontrado em Pontas de cigarro ou Goma de mascar. Sim, esses objetos jogados nas ruas tem o potencial de serem transformados em um retrato de alguém em 3D.

Basicamente o que acontece é que Heather recebe do laboratório sequências As, Ts, Cs e Gs, os nucleotídeos que compõem o DNA e inclui estas informações em um programa de computador personalizado que “recria” o suposto rosto do dono do objeto abandonado.

Porém, mantenham a calma, segundo a artista esses traços são de uma pessoa semelhante ao dono do objeto que pode parecer com um primo e não com a pessoa em si.

“Por exemplo, sexo, ascendência, cor dos olhos, cor do cabelo, sardas, pele mais clara ou mais escura, e algumas características faciais como nariz largura e distância entre os olhos são algumas das características que eu estou no processo de estudar. “ , diz a artista.

Seja o que for, vou evitar quando for aos EUA jogar esse tipo de objeto no chão.

Vi aqui

 

Clique aqui para comentar ( )