branding
Design

Sete passos para você estabelecer uma boa dinâmica de branding

Se você ainda confunde design e branding, esse artigo é para ajudar à clarear as coisas.

Eu tenho um segredo para você, mas é quase uma revelação: a maioria das marcas possuem falhas, e podemos até dizer que são graves. A única coisa mais frustrante que isso é, como muitos pequenos empresários (acham) que estão tratando bem de sua marca e ignoram críticas e dicas de clientes e sentem aversão às novidades do mercado.

O fato é que a maioria das pessoas pensam na marca em algo simplesmente como “o logotipo”, mas o logotipo é apenas o primeiro ponto de contato visual de uma marca, e esses pontos de contato também incluem site, materiais de marketing e publicidade; que por sua vez incluem estratégias de marca, marketing, relações públicas, vendas, atendimento ao cliente e anúncios.

É importante ressaltar que os elementos visuais de uma marca são apenas a ponta do iceberg. Ativos menos tangíveis, tais como cultura corporativa, a equipe executiva e até mesmo o comportamento dos colaboradores, fazem parte do DNA dessa marca.

Com isso em mente, quais são as chaves que podemos apontar, para a construção de uma marca de sucesso?

  1. Crie uma tagline poderosa: passe um dia inteiro com três ou quatro membros da sua equipe tentando entender como você quer ser percebido em público. Qual é a reação emocional que você deseja despertar em seu público? Ao contratar a marca o que você quer que eles se lembrem? Desenvolva a sua tagline com base nesta discussão.
  2. Destaque-se na multidão: pense sobre quem é seu público, escreva e desenvolva o perfil perfeito para sua marca. Quais são os seus principais concorrentes? Analise tudo, de como é a aparência do site até a forma como eles se expressam. Procure algumas semelhanças fundamentais, e ao mesmo tempo prepare para identificar onde você pode inovar, fazer diferente e ser reconhecido por isso. Ouça!
  3. Desenvolva uma cultura corporativa forte: faça com que toda a sua equipe abrace a causa e tenha esta cultura em mente. Não envolva as pessoas que poderiam destruir relacionamentos com clientes que você passou meses ou anos para cultivar. O CEO da empresaMiller Ingenuity, Steve Azul, aponta em seu livro “The Ten Million Dollar Employee” que basta apenas uma má experiência de um cliente com um mau funcionário para sabotar um investimento de milhões de dólares.
  4. Seja paciente com a sua marca: tenha em cada nova iniciativa de alcance cuidado. Pense nisso como uma criança. Não se apresse. Qualquer uma das suas atividades de divulgação, sejam elas relações públicas, publicidade ou marketing; devem ser bem pensadas.
  5. Seja consistente: pense no seu alcance em algo como um corpo, com partes interligadas. A marca é o cérebro. Relações públicas, publicidade, marketing e vendas são todas as extensões em que o cérebro atua, e que devem ser coordenadas e alinhadas. Textos, design e linguagem que sua equipe usa, sempre devem ser baseados na marca. Se possível, não use vários designers ou vários redatores. Encontre pessoas que captam a essência de sua marca e use-os de forma consistente.
  6. Busque ajuda: marcar não é fácil. Se fosse, haveria um número muito maior de marcas mais fortes na comunidade de pequenos negócios. A razão pela qual a Nike, Lexus e Target podem ter marcas fortes, é porque eles têm os dólares necessários para investir nelas. Mas elas nem sempre foram conglomerados; se eles podem alcançar o sucesso da marca, você também pode. Primeiro, você tem que venerar um item: a sua marca! Um profissional pode ajudá-lo através de um processo para que você veja as coisas mais claramente, obtenha uma perspectiva diferente sobre branding, e assim tenha uma forma que lhe permitirá atingir o seu mercado de forma mais eficiente.
  7. Valorize as pessoas: a marca é mais do que a empresa. São as marcas pessoais dos trabalhadores. As pessoas fazem negócios com pessoas e ter uma marca forte como CEO, executivo ou como uma marca pessoal, ajuda a construir uma reputação positiva em geral. Quase todo mundo prefere trabalhar com as empresas que estão orientadas para as pessoas e realmente se preocupam com seus clientes.

Agora reflita, você tem algum desses passos implementados na sua empresa? Não é simples, exige muito trabalho e dedicação de toda a equipe e especialmente sua. Afinal, você é o líder, deve inspirar à todos. Tenha em mente que é um trabalho a longo prazo e que garantirá frutos de qualidade para você. Comunicar de forma verdadeira é o que é o grande diferencial no marketing moderno.

Clique aqui para comentar ( )