05
Notícias

Sim, era um viral – Pelo fim dos privilégios para deficientes

01

Oi gente! Tudo bem? Então estou de volta com um assunto que gerou muita discussão recentemente. O caso do outdoor contra os “privilégios” dos deficientes. Os comentários começaram por meio de uma foto tirada do outdoor que foi colocado na segunda feira, 31 de Novembro,na Rua Santa Cecília em Curitiba que continha os dizeres: “Pelo fim dos privilégios para deficientes.”

Foto do outdoor colocado na Rua Santa Cecília, em Curitiba.

Foto do outdoor colocado na Rua Santa Cecília, em Curitiba.

Creio que maioria de vocês devem ter visto os comentários em torno das primeiras imagens postadas em sua fanpage, como “Pelo fim das cotas em concursos. Junte-se a nós.” Este post gerou mais de mil comentários, com pessoas que concordam e discordam dele. Mas, no geral o que se vê é indignação e revolta por parte da maioria. (Não vou mentir… um desses comentários de revolta pode ser meu).

Print de uma das postagens feitas na fanpage

Print de uma das postagens feitas na fanpage

Porém, nesta segunda-feira, 1º de dezembro de 2015, foi revelado que essas manifestações eram uma iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, vinculado à Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Curitiba.

03

Muitas pessoas chegaram a comentar que era apenas para chamar a atenção do público que isso estava sendo feito e de veras era isso mesmo. O intuito desta campanha foi mostrar as pessoas somente um pouco daquilo que grande parte dos deficientes sofrem todos os dias, nas palavras de Mirella Prosdocimo presidente do Conselho.

Em torno de 24% dos brasileiros possuem algum tipo de deficiência e cada vez mais tem seus direitos, que muitas vezes são vistos como privilégios, negligenciados ou apoderados por meio da população.

05

O sucesso da campanha se deu pelo fato da população ter ficado em choque com tal abordagem a indignação e a revolta mostrada em grande parte dos comentários mostra que estamos vendo que está errado, que não concordamos que os direitos sejam vistos como privilégios.

Contudo, ao ser revelada a campanha teve baixas… Quando o intuito da campanha foi revelado os comentários passaram de 1.000 para 70 de um dia para o outro. (POF!) Cadê a indignação e revolta? O que se vê são pessoas pedindo desculpas pelos comentários terríveis que fizeram anteriormente, e mostrando seu apreço pela campanha. Mas, quando houve a modificação na visão da campanha são poucos aqueles que ainda se pré-dispõem a compartilhar, comentar ou curtir.

04

Então eu deixo aqui algumas questões… A campanha deixou de ser importante porque agora mostrou uma visão de senso comum? Não é mais importante disseminar que os deficientes têm direitos e não privilégios?

Apesar de ser considerada um sucesso por conseguir atingir seus objetivos, não é interessante deixar uma campanha como essa desaparecer como se fosse apenas uma onda, é mais do que importante refletir não só sobre a campanha em si, mas sobre nossas ações diárias e ver se realmente agimos de acordo com aquilo que colocamos nos comentários ou sobre aquilo que falamos com nossos amigos e familiares sobre o assunto.

Eu vou ficando por aqui e nos falamos no próximo post! o/

Link para fanpage do projeto > goo.gl/ZGTQdx

Clique aqui para comentar ( )