Artes

Todas as cores imagináveis – em 1692

Cores, cores e mais cores! Existem vários aspectos que cercam as cores: teoria da cor, medição e produção, percepção de cores (essa capaz de provocar longas discussões), círculo cromático, combinação de cores e mais uma infinidade de aspectos que são importantes pra quem vive da arte.

Todos esses aspectos foram facilitados com o avanço da tecnologia que vem sendo cada vez mais explorada. Porém ainda em 1963 a Pantone criou um método e catalogou as cores. Até aí beleza…

Mas muito antes disso (muito antes mesmo) um cidadão conhecido por A. Boogert resolveu catalogar todas as cores imagináveis e pra isso usou “toda” a tecnologia disponível em 1692 – sim, mil, seiscentos e noventa e dois!!!

Essa é uma obra holandesa em que o autor descreve como fazer tintas aquarela. E como alterar seu tom acrescentando “uma, duas ou três porções de água”. Simplesmente fascinante! Vale ressaltar que era século 17, período conhecido como Era de Ouro da pintura holandesa. Na introdução o autor explica que o cunho de seu trabalho é educacional.

Esse trabalho teve como resultado um livro de quase 900 páginas, se tornou um importante guia educacional pra época e para os dias de hoje sendo incluída em 2015 em um estudo de doutorado na Universidade de Amsterdam. Hoje a obra é mantida na Bibliothèque Méjanes, Aix-en-Provence, França

Veja:

 

Você pode ver essa obra completa em alta resolução clicando aqui.

Clique aqui para comentar ( )