capa
Freela e Startup

Uma conversa de 8 tópicos sobre seu portfólio

Vamos falar um pouco sobre seu portfólio e dar algumas dicas de como deixar a sua apresentação digna de elogios. Mas já vou adiantando, o assunto é serio.

Trabalhando como designer, e muitas vezes como recrutador, adquiri muita experiência no assunto “portfólio”, e de modo geral a regra para o sucesso é uma só: Definir um objetivo.

Não adianta fazer um portfólio sem definir um objetivo: O que exatamente você procura?
– Prospectar novos clientes?
– Uma vaga de diretor de arte naquela agência que você gosta?
– Otimizar seus freelas?
– Entrar no mercado?

É importante saber onde você deseja chegar, pois isto define o conteúdo da apresentação e como será sua apresentação. Definindo seu objetivo, você encontra seu público. Depois de acertar estes dois pontos, o que sobra são os detalhes.

1 – Selecione seus trabalhos

Filtre seus trabalhos, mostre apenas os seus melhores jobs. Esqueça qualquer tipo de montagem sem pé nem cabeça – aquela do “universo paralelo” pode até ficar legal como wallpaper-, o trabalho exposto precisa condizer com o objetivo do seu portfólio.

Quem está visualizando precisa achar uma relação entre o que você faz e o que o mercado procura. Resumindo, se você deseja trabalhar com design de embalagens, aquela montagem abstrata deve ficar de fora. Na hora de organizar seus jobs no portfólio faça uma lista de 1 a 10 – considerando o 10 como o melhor trabalho. Depois, publique na seguinte ordem; 10, 9, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8. Dessa forma, você vai atrair a atenção do seu visitante do início ao fim.

post_005_img_003

kawek.net/gegelima

2 – Apresente cada projeto individualmente

Em minhas andanças vi vários profissionais que classificavam seus portfólios da seguinte forma: “Identidades”, “Embalagens”, “Ilustrações”… Para! Isso está errado!

Tenho certeza que ninguém abre o Photoshop, digita o comando “Embalagem” e magicamente aparece na tela um projeto pronto. Cada briefing, cada cliente, cada projeto é único e você precisa mostrar isso. Separe seus trabalhos por projetos e invista nos detalhes.
Escolha um projeto e apresente o processo de inicio ao fim. Use e abuse da sua criatividade, exemplificando com mockups, gifs e slideshow das etapas. Mostre seu processo criativo e suas inspirações. Valorize seu trabalho.

kawek.net/pris3araujo

kawek.net/pris3araujo

Se você não sabe como usar um mockup, clique aqui

3 – Use a tecnologia disponível

Esse termo pode parecer sci-fi demais, mas o conceito é simples. Hoje temos vídeos, imagens em alta resolução, áudios e algumas centenas de formas de apresentar nosso trabalho. Use-as!

Algumas dicas de como utilizar a tecnologia a favor do seu portfólio:

Fotografia: Fez um baita ensaio? Legal! Mas, será que o cliente entende o trabalho que há por trás de cada foto? Acredito que não. Faça um pequeno slideshow em gif ou vídeo, com algumas fotos do making-off. Isso valoriza seu trabalho e valoriza as suas fotos.

Ilustração: Acabou de fazer uma bela ilustração? Perfeito! Mas, será que o seu cliente entende qual é a função da ilustração em um projeto gráfico? Acredito que não. Pegue sua ilustração e exemplifique com alguns mockups, deste modo, você facilita o entendimento do seu cliente. Aplique a ilustração em uma almofada, em um quadro, em uma embalagem de cerveja, etc… Assim, o cliente valoriza o uso da ilustração no design, valoriza o seu trabalho e palpabiliza o investimento.

Design de Interface: Desenvolveu um aplicativo fora de série? Muito bom! Mas, seu cliente sabe o que vai acontecer se deslizar o dedo para a direita? Acredito que não. Exemplifique as funcionalidades “escondidas” da sua interface, anime os detalhes no Photoshop e exporte em gif. Além de facilitar o entendimento da equipe de desenvolvimento, você facilita a compreensão de qualquer pessoa que não tenha participado da concepção do projeto. Outra dica importante, é sempre fazer animações de interfaces dentro do aparelho respectivo. Por exemplo, se o aplicativo é para smartphone insira a tela de demonstração dentro de um mockup de smartphone. É impressionante como os mockups funcionam bem quando queremos apresentar algo.
kawek.net/ruinagaefotografia

kawek.net/ruinagaefotografia

Caso queira saber como criar GIFs animados no Photohop, clique aqui.

4 – Invista em um domínio próprio

Use um domínio próprio para acessar seu portfólio e crie-o da forma correta. Muita gente escolhe domínios longos e impossíveis de serem lembrados (isso atrapalha bastante). Se você tem um nome longo ou difícil de escrever, opte por soluções mais criativas como abreviações, combinações e etc… Um domínio portfoliodabia.com.br é muito mais fácil de lembrar que biancasthuddelnik.com.br. Outra dica importante, é descartar o @gmail. Não da para continuar atendendo seus clientes usando um e-mail genérico. Ao ativar seu domínio próprio, ative também uma conta de e-mail e crie um alias contato@seudominio.com.br ou algo parecido. Infelizmente, ainda existem muitos profissionais respondendo e-mails usando o Hotmail, Gmail ou até mesmo o velho e-mail do Terra. Na minha opinião, esse kit (domínio + e-mail) é básico e essencial. Invista nisso.

5 – Mantenha seu portfólio atualizado

Não tem nada mais desmotivador para um cliente, ou recrutador, do que encontrar um excelente portfólio e descobrir que a última atualização foi há 4 anos. Nesse período tudo pode ter mudado na vida daquele profissional… Próximo candidato!

Se você não tem um fluxo de trabalho grande o suficiente para atualizar seu portfólio toda semana, não tem problema. Crie o hábito de acessar seu portfólio e mudar a ordem dos projetos, atualize sua foto de perfil e informações pessoais… Isso também conta e ajuda bastante, mas não pare por aí. Ao aperfeiçoar suas técnicas, publique novos trabalhos em seu portfólio.

6 – Espalhe a notícia

Apenas criar o portfólio não resolve. Você precisa investir em marketing digital para fazer seu projeto aparecer e converter. Invista em links patrocinados, estude anúncios no Facebook, faça parcerias, participe de fóruns, debates e palestras. Todo lugar é um lugar.
Dica: Você sabia que o algoritmo do Google analisa constantemente a quantidade de links que apontam para uma página? A análise influencia em seu posicionamento nos resultados de busca. Ou seja, quanto mais você espalhar o link do seu portfólio, melhor será a posição dele nas pesquisas do Google (É claro que há outras condições no algoritmo do Google, mas esta ajuda bastante). Lembre-se de usar o Google Analytics para mensurar os acessos a seus trabalhos, e assim otimizar suas estratégias de divulgação em tempo real.

7 – Seja simples

Menos ainda é mais.

post_001_img_003

kawek.net/gregcuride

Não há necessidade de você transformar seu portfólio em um portal. Ninguém entra nele para saber das notícias do mundo. Foque em seus trabalhos, foque em apresentar ao cliente o que ele quer ver. Como falamos anteriormente, o mais importante é exibir seus projetos de forma organizada e mostrar as etapas do seu processo criativo.

Veja alguns portfólios:

post_002_img_003

kawek.net/brenochamie

kawek.net/vitu

kawek.net/vitu

8 – Rede social

O portfólio não é lugar para publicar qualquer tipo de coisa, mas se você seguir as dicas acima certamente começará a conquistar uma legião de interessados (e até fãs) em seus projetos.

O que fazer? Crie um perfil no Instagram e comece a compartilhar com seus seguidores shots diários. Publique seu processo criativo, seu ambiente de trabalho, o andamento de seus projetos… Esse tipo de envolvimento é muito positivo para sua carreira.

 

De modo geral, podemos afirmar que seu portfólio é seu perfil profissional. Não há uma segunda oportunidade quando falamos em primeira impressão. Tudo precisa estar impecável.
Nós recomendamos que você crie seu portfólio no site Kawek.net. É uma plataforma brasileira, completa, muito fácil de utilizar e possui a maioria das funcionalidades que falamos acima. O suporte é fácil e prático, e também em português. Eles oferecem ajuda e até dicas sobre sua apresentação (Se desejarem podemos publicar mais sobre a ferramenta posteriormente).

Enfim, aplique essas dicas na construção do seu portfólio e você verá sua carreira melhorar rapidamente. Assim como uma empresa, sua carreira também precisa de investimentos, tempo e maturidade.

Sucesso para todos nós!!

Clique aqui para comentar ( )