Inspirações

Você costuma procrastinar?

Post baseado em um artigo muiiiiitoooooooo bom sobre procrastinar, citações no final sobre ele, ok pessoal? :D

PRO-CRAS-TI-NA-ÇÃO

Substantivo
A ação de atrasar ou adiar alguma tarefa: Sua primeira dica é evitar a procrastinação.

Quem imaginaria que, após décadas de batalha contra a procrastinação, a solução estaria no dicionário…

“Evitar a procrastinação” – Tão simples e elegante.

Enquanto estamos aqui, vamos nos certificar de que pessoas obesas evitem comer em excesso, pessoas depressivas evitem a apatia, e alguém por favor avise às baleias encalhadas que elas deveriam evitar sair do oceano.

Portanto, “evitar a procrastinação” só é um bom conselho para os falsos procrastinadores – aquelas pessoas que dizem, “Eu acesso o Facebook algumas vezes diariamente no trabalho – Nossa, como sou procrastinador”. São essas mesmas pessoas que dirão para um real procrastinador algo do tipo, “É só não procrastinar e vai dar tudo certo”.

O que nem o dicionário nem os falsos procrastinadores entendem é que para um procrastinador de verdade, a procrastinação não é opcional – é algo que ele simplesmente não sabe como evitar.

Na faculdade, a liberdade pessoal foi um desastre para mim – Eu não fazia nada, nunca, por qualquer motivo. A única exceção foi a necessidade de entregar trabalhos ao longo do tempo. Eu geralmente os fazia na noite anterior, até perceber que poderia fazê-los durante a madrugada, e continuei assim até perceber que poderia começar no último dia, de manhã bem cedo. Esse comportamento alcançou níveis extremos quando eu fui incapaz de começar a escrever meu trabalho de conclusão de curso de 90 páginas até ter somente 72 horas antes do prazo final, uma experiência que terminou comigo na sala do médico do campus, aprendendo que a falta de glicose no sangue foi a razão das minhas mãos ficarem dormentes e encolhidas contra a minha vontade. (Eu terminei o trabalho – e não, não ficou bom.)

Até mesmo este artigo levou mais tempo do que deveria para ficar pronto, simplesmente porque fiquei um bom tempo sentado na minha mesa observando esta imagem de um artigo anterior, fiquei olhando a figura e pensando sobre a facilidade com que ele me derrotaria numa luta, depois comecei a me perguntar se ele venceria um tigre numa luta, depois quem seria o vencedor entre um leão e um tigre, então pesquisei no Google e fiquei lendo por um tempo (o tigre venceria). Eu tenho problemas.

Para entender por que os procrastinadores procrastinam tanto, vamos entender como funciona o cérebro de um não-procrastinador:
Imagem1

Bem normal, certo? Agora, vamos dar uma olhada no cérebro de um procrastinador:

Imagem2

Notou alguma coisa diferente?

Parece que no cérebro de um procrastinador, o Tomador de Decisões Racional coexiste com um animal de estimação – o Macaco da Gratificação Instantânea.

Seria normal – até bonitinho – se o Tomador de Decisões Racional soubesse como cuidar de um macaco. Mas infelizmente, isso não foi incluído no seu treinamento, deixando-o completamente perdido enquanto o macaco impossibilita a realização de qualquer tarefa.

Imagem3

Imagem4

Imagem5

Imagem6

O fato é que, o Macaco da Gratificação Instantânea é a última criatura que deveria tomar as decisões – ele pensa somente no presente, ignorando lições do passado e desconsiderando completamente o futuro, se preocupando somente em como maximizar a tranqüilidade e o prazer do momento atual. Ele não entende e nem é entendido pelo Tomador de Decisões Racional. Por que continuar fazendo essa caminhada, ele pensa, quando poderíamos parar de andar e evitar o cansaço? Pra que praticar esse instrumento, já que não é divertido? Por qual motivo a gente usaria um computador para trabalhar, enquanto a Internet está logo ali sentada, esperando para ser acessada? Ele acha que seres humanos são loucos.

No mundo do macaco, ele tem tudo planejado – se você comer quando estiver com fome, dormir quando estiver com sono, e não fazer nada que seja difícil, então você é um macaco bem sucedido. O problema para o procrastinador é que ele vive no mundo dos humanos, o que torna o Macaco da Gratificação Instantânea um comandante bastante inapropriado. Enquanto isso, o Tomador de Decisões Racional, que não foi treinado para competir pelo controle do barco, não sabe como resolver a situação – ele só se sente pior a cada falha, e quanto mais ele sofre, mais sua cabeça de procrastinador tende a repreendê-lo.

É uma bagunça. E com o Macaco no comando, o procrastinador se vê gastando muito tempo em um lugar chamado “Parque-de-Diversões Obscuro” (PDO) *

O Parque-de-Diversões Obscuro é um lugar que todo procrastinador conhece bem. É um lugar onde as atividades de lazer ocorrem exatamente nos momentos em que atividades de lazer não deveriam ocorrer. A diversão que você tem no PDO não é realmente divertida, porque ela não foi merecida de verdade, e o ar é repleto de culpa, ansiedade, auto-punições e pavor. Algumas vezes, o Tomador de Decisões Racional coloca o pé no chão e se recusa a deixar que você perca tempo com atividades de lazer, mas uma vez que o Macaco da Gratificação Instanânea com certeza não o deixará trabalhar, você se encontrará em um purgatório bizarro, onde todo mundo perde.

possiveltradu_ao1

E o pobre Tomador de Decisões Racional apenas lamenta, tentando descobrir como ele deixou o ser humano – que ele deveria manter sob controle – acabar aqui de novo.

Imagem8_incompleta

Dada esta situação, como o procrastinador consegue realizar qualquer tarefa?

Há uma coisa que causa arrepios no Macaco de Gratificação Instantânea:

Imagem9

O Monstro do Pânico geralmente está dormindo, mas ele acorda de repente quando uma obrigação está muito em cima da hora, ou quando há perigo de passar vexame em público, ser demitido, ou qualquer outra consequência extrema.

Imagem10
Imagem11
Imagem12

O Macaco de Gratificação Instanânea, normalmente inabalável, fica aterrorizado com o Monstro do Pânico. De que outra forma você explicaria uma mesma pessoa que não consegue nem escrever uma introdução de um trabalho, de repente ficar a noite inteira acordado, lutando contra a exaustão, e escrever oito páginas? Qual outro motivo faria uma pessoa extremamente preguiçosa começar uma rotina rigorosa na academia – que não seja um Monstro do Pânico ficando maluco por estar engordando?

E esses são os procrastinadores sortudos – Tem aqueles que sequer respondem ao Monstro do Pânico, e nos momentos mais desesperadores eles acabam se escondendo na árvore com o Macaco, entrando em um estado de auto-aniquilação total.

Obviamente, esta não é uma boa forma de levar a vida. Até para o procrastinador que de vez em quando faz algumas tarefas e consegue ser útil, alguma coisa deve mudar. Aqui estão os principais motivos:

1) É desagradável.
Muito do precioso tempo do procrastinador é gasto brincando no PDO, tempo este que poderia ser gasto apreciando as atividades de lazer bem-merecidas, se as coisas tivessem sido feitas com um planejamento.

2) O procrastinador começa a se desvalorizar. Ele acaba não fazendo nada, e com isso não alcança seu potencial, o que o corrói aos poucos e o enche de frustração.

3) As obrigações vão aparecer, mas as outras atividades importantes da vida não.
Mesmo que o procrastinador esteja em um emprego onde o Monstro do Pânico aparece regularmente e ele consegue fazer as tarefas, as outras coisas importantes na vida – Entrar em forma, aprender a tocar guitarra, escrever um livro, cozinhar, ler, ou até mesmo procurar um emprego melhor – nunca vão acontecer, porque o Monstro do Pânico geralmente não costuma se envolver com essas coisas. E essas atividades são as que expandem nossas experiências, fazem nossas vidas mais ricas, e nos trazem muita felicidade – mas para a maioria dos procrastinadores, eles são esquecidos para trás.

* Muitos de vocês provavelmente estão lendo este artigo enquanto estão no Parque-de-diversões Sombrio.

Artigo Original (em Inglês): http://waitbutwhy.com/2013/10/why-procrastinators-procrastinate
Tradução: Usuários “Alooc Mey!” e “FaçoMiojo” da UOL (Algumas coisas foram adaptadas na tradução, sem perder o sentido original)

Logo logo continuação desse assunto de procrastinação em novo post, e como evitar ser um ser assim :P

Clique aqui para comentar ( )