capa2
Inspirações

Você já ouviu falar de Snapshot Aesthetic?

Snapshot Aesthetic  — Estética Instantânea — é uma vertente estética da fotografia que busca capturar momentos banais e comuns, transformando aquilo que é oriundo do quotidiano em algo mais poético e profundo, muitas vezes, remetendo a fotografia documental e experimental. Em síntese, o Snapshot traz novas nuances — conceituais e artísticas — a eventos ordinários e frívolos. As fotografias parecem que foram tiradas sob impulso, muitas são tremidas, sem foco e justapostas, sendo assim, imperfeitas. O intuito principal desse estilo é tentar captar a realidade do jeito que ela é — sem poses sofisticadas, planos simétricos perfeitos ou acabamento espetacular — a graça está justamente na espontaneidade.

Em 1940, Lisette Model foi uma das fotógrafas pioneiras do Snapshot Aesthetic. Logo em seguida, Ruth Orkin apareceu para fortalecer o movimento. Mas só em 1960 que o Snapshot Aesthetic — juntamente com a fotografia de rua — tornou-se mais popular, e nomes como Diane Arbus, Lee Friedlander e Garry Winogrand ajudaram a propagar este tipo de fotografia no mercado artístico. Com o passar dos anos, outros nomes colaboraram para o sucesso desse estilo e o Snapshot ganhou dimensões estrondosas na mídia mainstream, tais nomes foram Nan Goldin, Wolfgang Tillmans, Juergen Teller, Terry Richardson, Märta Thisner e Petra Collins. (Fonte: Artsy)

Em uma matéria sobre Snapshot Aesthetic divulgada no site Artsy.net, há uma breve citação de Lisette Model sobre esse estilo estético de fotografia:

“Eu sou uma amante apaixonada do Snapshot; por causa de todas as imagens fotográficas, está é a que mais se aproxima da verdade […] As imagens do Snapshot Aesthetic […] têm uma aparente desordem e imperfeição, que é exatamente o seu apelo e o seu estilo. A imagem não é direita. Não é bem feita. Ela não é bem composta. Não é pensada. E além deste desequilíbrio, e além desse não saber, e além desta inocência verdadeira que vai em direção ao meio, surge assim uma enorme vitalidade e expressão de vida. “

Hoje em dia, é muito comum vermos o Snapshot Aesthetic na internet, especialmente no Tumblr e Flickr. Diversos fotógrafos jovens postam fotos com viés muito semelhante ao movimento Snapshot nessas plataformas digitais. Revistas de moda também adotam muito esse estilo de fotografia em seus editoriais, como Nylon Magazine e Wonderland Magazine. Marcas de roupas também aderem o Snapshot em seus lookbooks como American Apparel, Comme des garçons e Wildfox.

Segue abaixo algumas fotos de Petra Collins — que tem apenas 23 anos de idade e já trabalhou em diversas revistas de moda — e uma das pioneiras do movimento Lisette Model (1901-1983):

Clique aqui para comentar ( )