World Design Rankings
Publieditorial

World Design Rankings: o pódio do design no mundo

No final de 2015 você leu aqui no Design Culture dois artigos meus onde falei sobre o Prêmio Internacional A’Design Awards, enfatizando a importância dele, mostrando como você pode inscrever o seu trabalho. E de quebra te dei alguns exemplos de trabalhos ganhadores nos últimos anos para te inspirar.

Hoje, no primeiro dia útil do ano, quero te falar sobre o “World Design Ranking (WDR)”, uma tabela reunindo 83 países na categoria Design, Artes e Arquitetura.

O ranking é feito baseado nos projetos individuais dos designers de cada país e sua pontuação no A’Design. Os pontos são distribuídos entre Platinum, Ouro, Prata, Bronze e Ferro, começando de 6 pontos ou mais decrescendo até 2 pontos ou mais.

Em 2015, o brasil continuou com o 8o lugar com 74 premiações, 273 pontos, 6 pontos platinum, 13 ouros, 25 prata, 12 Bronze e 18 pontos Ferro. Temos como ponto forte o design e projeto de móveis, peças decorativas e utensílios domésticos.

O Objetivo do World Design Rankings

World Design Rankings logo

Semelhante ao A’Design Award, o WDR tem como principal objetivo fornecer dados e informações adicionais a jornalistas e economistas sobre o estado da arte da indústria do design.

Em outras palavras, o que eles querem é contribuir para o mundo do design recomendando e destacando bons profissionais e seus trabalhos. Assim, a ideia dos rankings é dar uma amostra do estado da arte de cada país, colocando em voga os talentos promissores de cada um. 

As atualizações no ranking 2015

designer-rankings-big

A classificação atual vigora há cinco anos, desde 2010. No entanto, ano passado, o ranking recebeu 5 novos países: Paquistão, Bangladesh, Colômbia, Qatar, Korea e Suiça.

Além disso, pequenas trocas de posição aconteceram nos top 10 do mercado. A China por exemplo, subiu da 7a a 5a colocação, empurrando Japão e Grã Bretanha para a posição anterior. Já a Grécia finalmente se colocou entre os top 10, após rebaixar a república da Korea para o 11o lugar.

As diferentes classificações do ranking

1b

O WDR possui a categoria “Design Business Insights” (as sacadas do design como um negócio), divida em 3 grandes blocos: pontos fortes, fraquezas e oportunidades. Aqui as empresas, instituições ou imprensa podem analisar o seu país dentro de cada uma dessas partes, veja aqui.

Em complemento a isso, ainda é possível visualizar um ranking separado com os trabalhos divididos por categoria com base naquelas mesmas disponíveis no A’Design e que pode ser visualizado nesse link aqui.

Já na divisão “Designer Rankings” você pode ver quem são os designers, artistas e arquitetos que se destacam em cada país. Isso é bem interessante para a mídia e para as empresas, agências ou estúdios que buscam pelos melhores profissionais de mercado para fazer parte de seu time.

E para finalizar, os membros da imprensa interessados ainda podem baixar um incrível “press kit” incluindo incríveis mapas de calor, imagens editorias para artigos, o release e o logo do WDR.

Destaques: mais alguns trabalhos ganhadores

Como estamos no brasil e você como designer deve estar louco para ver quem são os profissionais que se destacam por aqui, seus pontos fortes, fracos e oportunidades para a indústria e a colocação deles por categoria eu separei abaixo os links para você poder acessar e conferi um a um, vamos nessa?

Ranking dos melhores designers por país

Seleção por área de conhecimento e pontos fortes e fracos do brasil

Agora, para você ficar com mais um gostinho do quão bom é participar da premiação A’Design, podendo até chegar ao ranking mundial, os deixo com o trabalho do Mula Preta Design www.mulapretadesign.com, estúdio Brasileiro que ganhou o primeiro lugar ano passado e mais alguns pelo mundo.

Banco Centopéia desenhado pela Mula Preta Design.

Banco Centopéia desenhado pela Mula Preta Design.

Uma outra vista do Banco Centopéia por Mula Preta Design.

Uma outra vista do Banco Centopéia por Mula Preta Design.

Destaque da madeira usada no projeto do Banco Centopéia.

Destaque da madeira usada no projeto do Banco Centopéia.

Mesa Baía Formosa, mais um trabalho do estúdio Mula Preta Design.

Mesa Baía Formosa, mais um trabalho do estúdio Mula Preta Design.

Mesa Baia Formosa Vista de Cima

Mesa Baía Formosa vista de cima, por Mula Preta Design.

Cadeira Multifuncional desenhada por Stéphane Leathead.

Cadeira Multifuncional desenhada por Stéphane Leathead.

A cadeira multifuncional para deitar de bruços, por Stéphane Leathead.

A cadeira multifuncional para deitar de bruços, por Stéphane Leathead.

Outra posição da cadeira de Stéphane.

Outra posição da cadeira de Stéphane.

Mais uma função da cadeira de Stéphane Leathead.

Mais uma função da cadeira de Stéphane Leathead.

Cadeira Strata de Ben Preston.

Cadeira Strata de Ben Preston.

A cadeira Strata fechada.

A cadeira Strata fechada.

Mesa T criada por DesignedBy.

Mesa T criada por DesignedBy.

A mesa T, elaborada por DesignedBy, pode ser usada tanto no inteiro de ambientes quanto no exterior.

A mesa T, elaborada por DesignedBy, pode ser usada tanto no inteiro de ambientes quantro no exterior.

Mesa T para jardim.

Mesa T para jardim.

Clique aqui para comentar ( )