Inspirações

Design ecológico ou ecodesign

Este é um assunto importante e que envolve todas as pessoas.

Já foi referido anteriormente alguns manuais sobre design e sustentabilidade, que poderão ver aqui. Hoje falarei de alguns pontos importantes sobre o ecodesign e peço a todos no final, que reflitam sobre o assunto, procurem saber mais formas de poderem ser uns profissionais mais ecológicos.

A nossa sociedade atual é muito consumista e com isto advém um grande impacto ecológico negativo e as consequências já têm sido visíveis, através de alterações climatéricas significativas, como por exemplo, ondas gigantes, terramotos e chuvas ácidas.

O ser humano até bem pouco tempo, não equacionava o ciclo que vida de um equipamento/ produto/ objeto e os problemas que poderiam surgir a nível ambiental, desde a extração da matéria-prima até a morte do mesmo.

Em relação ao termo ecodesign abreviatura de design ecológico, tem como principal objetivo, ter atenção às questões ecológicas, promovendo o crescimento sustentável e o desenvolvimento ambientalmente consciente do equipamento/ produto/ objeto, com preocupações ambientais em todas as fazes do processo de design, desde a metodologia projetual ao ciclo de vida do produto.

A primeira manifestação do design ecológico, surgiu nos anos 70 na Europa, pelo visionário americano Victor Papanek. Foi a primeira pessoa com a perceção do impacto ambiental que um produto poderia ter. No entanto, não teve grandes apoiantes, pois achavam que era algo exagerado. No seu livro “Design for the real world”, expressou toda a sua preocupação sobre este assunto e a forma como o designer poderia contribuir para melhorar a relação homem – natureza.

Sendo assim. O designer tem um papel importantíssimo no mundo atual e além de criativo tem de ter preocupações ambientais, tendo uma visão sistémica do ciclo de vida das coisas, desde a matária-prima, materiais, energias, tecnologias, logística, distribuição, utilização e até à morte do produto.

Alguns dos princípios do Ecodesign:

Eficiência funcional e ambiental (Os produtos devem ser produzidos para durarem mais tempo  a funcionar corretamente, para que se reduza o lixo provocado pela morte deste);

Escolha de materiais com menor impacto ambiental, que sejam menos poluentes, não-tóxicos, de produção sustentável ou reciclados e usem a menor energia possível para a fabricação;

Utilização de recursos renováveis;

Produtos com uma desmontagem simples para a substituição de peças, em caso de defeito (peças reutilizáveis e recicláveis);

Ter sempre em mente os “3Rs”: reutilização, reciclagem, redução.

 

Imagem1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O design vai muito mais além do que apenas a nível estético “se está bonito” e se trará muito lucro à empresa.

 

3_ecodesign

 

Referências:

www.autossustentavel.com

www.ecycle.com.br/eco-design.html

ec.europa.eu/enterprise/policies/sustainable-business/ecodesign/

www. pinterest.com

Clique aqui para comentar ( )