Fotolia

Ei, designer! Você sabe quanto cobrar pelo seu trabalho?

“Certo, mas qual é o valor do serviço?”

Alguns profissionais se sentem perdidos, limitados ou até apavorados com esta pergunta. Depois de explicar todos os detalhes do projeto, o cliente precisa saber quanto irá te pagar e você deve estar preparado para, no mínimo, oferecer uma estimativa. Em outras vezes, é viável também pedir um tempo ao cliente, para que você crie o orçamento. Como fazer o orçamento? Como calcular? Quanto cobrar? Vamos descobrir!

fotolia_118690249_subscription_monthly_m_final

ESTIMANDO O SEU VALOR

Antes de tudo, é preciso entender que para calcular um serviço prestado por você (ou pela sua empresa), deve-se levar em consideração o que ele representa. Com honestidade, avaliar o seu nível profissional, o seu tipo de graduação ou conhecimento, o seu tempo de experiência e a sua bagagem de técnicas. Tudo isso irá influenciar no que considero a melhor via de cálculo: hora trabalhada.

O cálculo através da hora de trabalho nada mais é do que embutir o seu valor pessoal, somado às suas necessidades de sobrevivência (comida, água, aluguel, deslocamento, etc) e de trabalho (uso de energia elétrica, assinatura de softwares, internet, banco de imagens, equipamentos, material, etc). Pesquisando também o mercado, você poderá gerar um valor hipotético de salário mensal. Vamos dizer que você trabalhará, rotineiramente, 7 horas por dia, 20 dias por mês, com um desejo salarial de R$ 3.000,00. Isso totaliza 140 horas por mês, que dividido pelo desejo salarial, resultará no preço de R$ 22,00 pela sua hora. A partir deste valor, você pode avaliar o tempo que gastará em cada projeto e calcular o preço.

Se em um projeto de design para cardápio você irá gastar 3 horas por dia, estimando um prazo de 5 dias, o valor aproximado desta peça (seguindo o exemplo acima), deverá ser de R$ 330,00 (3 horas x 10 dias = 30 horas x R$ 22,00). Sacou?!

Lembrando que essa é só uma sugestão da forma de cobrar pelos seus serviços. Alguns profissionais utilizam como base a tabela criada pela ADEGRAF (Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal). Clique aqui para visitar a última versão desta tabela referencial de valores.

(No fim do artigo, deixarei ferramentas online para calcular a sua hora trabalhada e valor do seu projeto!)

fotolia_99528211_subscription_monthly_m_final

SERÁ QUE ESTOU COBRANDO MUITO CARO?

Ou barato! Essa é outra preocupação constante na hora de passar o orçamento. Aquele medo de assustar o cliente. É neste ponto que devemos levar em consideração elementos como: complexidade do projeto, a verba disponível e relevância do projeto. Quando falo de relevância, me refiro a algo que está diretamente associado com a execução. Uma fachada para a padaria da esquina não é tão complexa quanto a fachada de uma padaria em uma grande avenida, por isso, menos relevante. Uma etapa difícil de instruir, pois é subjetivo ir para mais, ou para menos. A minha dica é seguir um pouco a sua intuição, pois, no fim das contas, é ela que irá lhe guiar (junto aos cálculos) quase sempre. Não se sente seguro em ser intuitivo? Relaxe, pois o tempo e a experiência irão cuidar de treinar a sua capacidade de orçar.

O importante é sentir a garantia de que está cobrando o preço justo pelo seu trabalho, para aquela situação. Procure também deixar claro, caso queira, que está disponível para realizar negociações do valor, principalmente se tratando de trabalhos caros. As vezes, um pequeno desconto de “10%” pode ser fator determinante para o cliente fechar com você, ou não.

fotolia_117394823_subscription_monthly_m

ECONOMIZE DINHEIRO

Não importa o quanto, economizar é sempre bom. Fazendo economia de forma correta, você irá aumentar a sua margem de lucro nos orçamentos. Não estou falando sobre manter as luzes apagadas e comprar Post-it’s mais baratos (o que também funciona). Estou falando sobre uma surpresa que tenho pra você. A Fotolia está disponibilizando algumas imagens gratuitas e profissionais do seu banco, para você utilizar nos seus projetos! É só clicar aqui para conferir. Veja também as ofertas de assinatura especiais, com a qualidade Adobe que você já conhece.

FERRAMENTAS PARA CALCULAR O SEU PREÇO

– Quanto custa a minha hora?

Gosto dessa e já utilizei bastante. Preencha o formulário com toda a honestidade possível! No fim, você terá o valor da sua hora de trabalho e acesso a uma planilha detalhada sobre o resultado. Criada pela empresa Entreoutros.

– Freelance Hourly Rate Calculator

Ferramenta em inglês, criada pela MOTIV. Você precisará realizar a conversão de moeda (dólar) para o nosso real. Também no formato de formulário.

How Much Should I Charge?

Essa é específica para o valor individual de um projeto. Você pode escolher entre um projeto de aplicativo, webdesign, design de marca ou design impresso. Ferramenta criada pela nuSchool.

Por hoje é tudo! Valorize sempre o seu trabalho e respeite a sua profissão.

Imagens do artigo: Fotolia

Clique aqui para comentar ( )