livros_ler
Inspirações

Livros que todo Designer precisa ler – Parte 1

Todo Designer precisa ler. O livro é uma ponte que nos liga ao passado, futuro e ao mundo das ideias. Nesta série de posts indicaremos livros que você Designer, precisa ter em sua lista de presentes neste final de ano, e mais do que isso, usufruir de uma leitura inspiradora que enriquecerá sua vida como profissional. Neste post indicarei alguns livros da Editora Blucher, reconhecida pelos clássicos Psicodinâmica das Cores em Comunicação e DESIGN – História, Teoria e Prática do Design de Produtos que fizeram parte da minha vida ainda na academia.

Confira abaixo a coletânea com 10 livros que você precisa conhecer e adquirir (BASTA CLICAR AQUI) ou nas imagens abaixo. (Tenho quase todos)

1- Uma Introdução à História do Design – 3ª Edição Totalmente Revista e Ampliada – Rafael Cardoso

historiadodesign

O presente livro oferece uma introdução à evolução histórica do design, no Brasil e no mundo. A tarefa é grande e cabe enfatizar que constitui uma abordagem apenas inicial, uma introdução a uma área de estudo vasta e ainda pouco explorada. Cada capítulo e cada tópico dariam (como já deram alguns) outros tantos livros e nenhum volume poderia dar conta de todos os aspectos de um tema tão rico, complexo e variado. A obra privilegia as grandes tendências sociais e culturais que condicionaram o desenvolvimento do design, trata-se nesse sentido, de uma história social do design.

2-   Psicodinâmica das cores em comunicação – 6ª Edição – Modesto Farina, Clotilde Perez e Dorinho Bastos

psicodinamicadascores

As cores influenciam o ser humano, e seus efeitos, tanto de caráter fisiológico como psicológico, intervêm em nossa vida, criando alegria ou tristeza, exaltação ou depressão, atividade ou passividade, calor ou frio, equilíbrio ou desequilíbrio, ordem ou desordem etc. As cores podem produzir impressões, sensações e reflexos sensoriais de grande importância, porque cada uma delas tem uma vibração determinada em nossos sentidos e pode atuar como estimulante ou perturbador na emoção, na consciência e em nossos impulsos e desejos.

3- Briefing: A Gestão do Projeto de Design – Peter L. Phillips

briefing

O  livro auxilia profissionais a entenderem a importância do briefing e como produzi-lo de maneira eficaz. Escrito baseado na experiência profissional do autor, é fácil identificar paralelos com o cotidiano das empresas e dos designers.

 4- DESIGN – História, Teoria e Prática do Design de Produtos – 2ª Edição Bernhard E. Bürdek

designproduto

Obra básica do design de produtos, é indispensável para estudantes, designers profissionais e interessados em geral, nesta versão totalmente revista e atualizada. Ela define a história e a orientação atual do design e transmite as bases principais da teoria e da metodologia do design.

5- Análise do Design Brasileiro – Dijon De Moraes

analisedesignbrasileiro

O design brasileiro, após décadas de mimetismo de modelos provenientes do exterior, começa a se tornar mais expressivo, se renova como conceito e estética, repensa o seu destino e toma o seu próprio caminho. Isso acontece justamente entre a crise do moderno, a causa pós-moderna e a iminência da globalização. Desta vez, o design brasileiro decodifica e insere, sem mais baixa estima, a riqueza e a exuberância da multiculturalidade, heterogeneidade e mestiçagem do país na sua cultura material e na produção industrial local.

6- Desenho para Designers – Alan Pipes

ArquivoExibir

Ao longo de toda a obra o leitor encontra esboços feitos por designers, estudos de caso que apresentam designers internacionalmente consagrados ou grupos de design como Seymourpowell e seus produtos, ilustrados tanto como conceitos quanto como objetos acabados. Há também sequências passo a passo que mostram, por exemplo, a construção de um desenho em perspectiva feito com marcadores.

7- Design e Tipografia Ina Saltz

 tipografia

DESIGN E TIPOGRAFIA é uma tentativa de destilar, organizar e compartimentalizar – mas sem simplificar demais – as muitas e complexas questões em torno do uso efetivo e proveitoso da tipografia. O livro é voltado para designers de todas as áreas nas quais os tipos desempenham papéis de maior ou menor expressão.

8- Design, Cultura e Sociedade – Gui Bonsiepe

desigcultura

Este livro de Gui Bonsiepe apresenta uma inquietante análise sobre a evolução do design ao longo do século XX, registrando seus principais sucessos e descaminhos. De um lado, relata o desenvolvimento do design, delineado pelas várias políticas econômicas e sociais. De outro, mostra a vacilante trajetória diante do despreparo, acomodação e oportunismo dos seus principais protagonistas. Mas não se limita a analisar e criticar, pois apresenta sugestões sobre os caminhos possíveis no futuro.

9- A Referência no Design Gráfico – Bryony Gomez-Palacio e Armin Vit

9788521205692

A referência no design gráfico – um guia visual para a linguagem, aplicações e história do design gráfico é um informativo com os termos mais referenciados, momentos históricos e profissionais influentes no campo do design gráfico. A obra apresenta mais de 2.000 projetos de design, ilustrando mais de 400 entradas que proporcionam um larga visão dos elementos que compõem as variações da função do design gráfico concentrada em capítulos distintos.


Este último muito me alegra por tratar de dois assuntos que sou apaixonado: Design Vernacular (Leia um artigo que escrevi aqui) e cultura Pernambucana.

10-  Abridores de Letras de Pernambuco – Fátima Finizola, Solange Coutinho e Damião Santana

vernacular

De Recife a Petrolina, os autores perseguem o ducto e os contornos dos caracteres abertos por letristas locais em busca da essência da letra Pernambucana. Através do fluxo dos pincéis dos abridores, anuncia-se de tudo um pouco. Amola-se, concerta-se, costura-se, grava-se na hora. Concerta-se Jesus, vende-se água, cafezinho, cigarro, cartão, drop´s, cachorro quente de charque e churrasqueira B.B.B: boas, bonitas, baratas. E letras. Coloridas, rudes, vibrantes, urbanas, agrestes e sertanejas, brilhando sob o sol de um verão sem fim.

 

Sediada em São Paulo, a Editora Blucher foi fundada em 1955 por Edgard Blücher que tinha o interesse de preencher a lacuna de publicação de livros sobre Engenharia, Tecnologia Ciência, dando ênfase aos escritores nacionais.

Clique aqui para comentar ( )